A Lua e o Jardim

quinta-feira, agosto 17, 2017


Muitos jardineiros e agricultores conhecem a influência da Lua atribuindo a ela poderes transformadores. E você, acredita nestes poderes?

A Lua sempre exerceu fascínio sobre o Homem com sua riqueza simbólica e enigmática. Acalentou sonhos, inspirou poesias, superstições, folclore, adágios, e numerosas locuções, meditações e inquietações terrenas.

Além dos aspectos subjetivos, a Lua também influencia os ritmos biológicos da vida Humana e da Natureza. Nesse sentido, coisas que até pouco tempo só eram atribuídas ao homem como determinadas qualidades e gostos, atualmente já são reconhecidas por muitos cientistas (com base em provas), que no reino vegetal as plantas possuem  sensibilidades que afetam seu desenvolvimento como sons, luz solar, lunações, etc. Hipóteses que não são recentes, pois na antiguidade Aristóteles já havia escrito diversas teses sobre a influência da Lua no crescimento dos vegetais, que somadas a inúmeras observações no decorrer do tempo, foram contribuindo para o desenvolvimento de práticas como a Jardinagem Lunar, que busca tirar o melhor proveito das fases da Lua tanto no cultivo de jardins como agrícolas.


A prática da jardinagem lunar gira em torno do efeito gravitacional da lua sobre o fluxo de umidade dos solos e das seivas das plantas.

Satélite natural da Terra, a Lua com seu movimento influencia, juntamente com o Sol, todas as atividades da Natureza e dos seres que habitam o planeta.

A cada 28 dias ela conclui uma volta completa em torno da Terra. A cada 7 dias ela muda de fase. A cada 2 horas ela se move 1º grau.

Devido a força gravitacional que exerce sobre a Terra, a lua influencia o volume, fluxo e refluxo dos líquidos e das águas existentes sobre o planeta. As marés dos oceanos, as águas dos rios e a seiva dos vegetais sofrem influencia da lua através da movimentação que gera suas fases.

Se a Lua não existisse, as coisas seriam muito diferentes por aqui

O desaparecimento da Lua afetaria a vida que conhecemos na Terra. Seu desaparecimento levaria junto o reflexo da luz solar que incide sobre ela iluminando os períodos de noite nas faces do planeta. A ausência da Luz da Lua alteraria os ritmos biológicos de muitas espécies de animais e vegetais que evoluíram sob a presença cíclica da luz lunar. As marés desapareceriam ocasionando mudanças climáticas que produziriam consequências drásticas sobre a vida terrestre. Os ritmos vitais de todas as espécies animais e vegetais seriam alterados. Algumas espécies seriam capazes de se adaptar, mas haveria a extinção maciça de plantas e animais. Saiba + AQUI.


A observação das fases da Lua  tem sido um exercício do homem que, desde a antiguidade, estuda a relação de cada uma sobre o desenvolvimento da vida na Terra.

  • Lua Nova

Favorável às partes subterrâneas. É a época certa para adubação e semeadura de ervas aromáticas e medicinais.

  • Lua Crescente

Esta é a melhor Lua para o trabalho com plantas de um modo geral. Favorável para o crescimento das partes  aéreas das plantas. Período propício para o plantio de cereais, frutos e flores. Ótimo para transplantar (mudar de lugar), enxertar e colher ervas e folhas. Bom também para podar árvores e aparar gramados.

  • Lua Cheia

Bom período para trabalhar com podas no jardim e também para colher sementes, frutos e plantas medicinais. Ideal para semeadura.

  • Lua Minguante

Nesta fase quando a luminosidade da Lua começa a diminuir, as partes subterrâneas das plantas são estimuladas favorecendo o refluxo da seiva. É o período mais propício ao plantio de tudo que dá de baixo do solo, como batatas, beterrabas, cenouras, etc., e todos os bulbos de plantas ornamentais. Bom também para fazer fertilizações orgânicas.



Resumindo, se você quiser aproveitar as fases da Lua para semear seu jardim, considere a seguinte regra básica:

  • Tudo o que brota sobre a terra deve ser semeado no período da Lua Crescente até a Lua Cheia.
  • Tudo o que brota sob a terra deve ser semeado no período da Lua Minguante até a véspera da Lua Nova.
Assim tanto o agricultor quanto o jardineiro podem tirar melhor proveito da influência Lunar.

Veja também: 





Não desfrute somente o Sol, aprecie também a Lua. Não desfrute somente a calmaria, aproveite também a tempestade. Tudo isso enriquece a existência. A vida não acontece somente dentro de uma casa, de uma cidade ou de um país, ela tem que ser experimentada dentro do universo. (Roberto Shinyashiki)

Abraços!
Sejamos Felizes!

Fontes: Livro: A Lua - Ilya Virgatchki, imagens: seleções google

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)