Paisagismo Essencial ditando tendências dentro e fora da CASACOR SP 2017

quinta-feira, julho 13, 2017

Com foco no "Essencial", tema abordado pela CASACOR SP 2017, a mostra propõe um olhar para o que é fundamental na casa e na vida.


A temática abordada para a 31ª edição da mostra, se fundamentou nas mudanças de comportamentos decorrentes das inúmeras crises enfrentadas no mundo atual que, alteram conceitos e se refletem na forma de morar das pessoas.

Segundo Livia Pedreira, diretora da CASACOR: "Em tempos de escassez, gestos aparentemente simples podem resolver problemas complexos. Entender que é possível criar qualidade com pouco é o tom do momento."

Ao meu ver, em tempos de escassez, crescimento vertiginoso das cidades, da pobreza e violência no mundo decorrentes de crises econômicas, esgotamento da natureza, e tantos outros problemas que afetam o planeta, falar que é possível criar qualidade de vida com pouco, soa como um paradoxo para uma mostra que contempla o mercado do luxo. Mas a exposição, que pode ser comparada com uma exibição de valiosas obras de arte, reflete tendências e, traz sem dúvida, muitas inspirações que podemos almejar e, com planejamento adequado aliado a orientações de bons profissionais, alcançar para nossas casas e vidas.

Você já parou para pensar no que é essencial para sua casa e sua vida?

Para mim, Essencial numa casa é que ela seja refúgio de paz e aconchego, onde o gosto de seus moradores, esteja refletido em tudo o que escolhem para contar suas histórias de vida, abrigar memórias valiosas e dedicar afeto às pessoas queridas. Um paraíso particular onde não falte elementos naturais (mesmo que em pequenas parcelas), pois em qualquer tempo, principalmente em tempos difíceis como o que estamos vivendo, estar perto da Natureza, seja num jardim, ou rodeado por alguns vasos com plantas, é um verdadeiro luxo!

Natureza Essencial Dentro e Fora da CASACOR

Independentemente da temática, todas as edições da CASACOR contemplam o Paisagismo dentro e fora de seus ambientes, confirmando em cada exposição, o quanto a Natureza é Essencial.

Estive lá, e conferi os diversos espaços nos quais, o Paisagismo foi o protagonista principal nas áreas externas e elemento de destaque dentro de vários ambientes, complementando com vida e beleza natural os projetos de decoração. 


Veja minhas impressões sobre os jardins e ideias com plantas que elegi e fotografei para sua apreciação:


Jardim de Porcelana - Espaço Deca por Alex Hanazaki - Ponto alto da exposição, o paisagismo de Alex Hanazaki, além de ressignificar com muita criatividade e bom gosto os produtos da marca,  nos presenteia com uma agradável surpresa: depois de percorrer  um percurso árido cercado por muros de gabião, vem a surpresa: uma longa cortina de água jorrada por uma trilha através de diversos chuveiros, de onde, podemos vislumbrar  atrás da água,  um jardim vigoroso, repleto de ritmo e movimentos, que captam toda nossa atenção, incitando a curiosidade para percorrer seus espaços e contemplá-lo.




Praça Urbana - Pessuto Paisagismo - No ponto fervilhante da exposição, onde as pessoas se encontram no restaurante, bar e café,  somos acolhidos por uma paisagem onde uma praça com bancos para o descanso, cercados por lagos naturais e muita vegetação exuberante, composta por plantas tropicais e nativas, é tudo que se quer! O jardim do paisagista Ricardo Pessuto é puro encanto para fechar a mostra com chave de ouro.




Jardim Zen - Alalou Paisagismo - Todo jardim oriental costuma ter um apelo Zen, mas nem todos possuem uma estética artística como a apresentada pela dupla Felipe e Maria Lúcia Alalou, para o Jardim Zen, que além de remeter a reflexão e a paz, é uma obra de arte arquitetada minuciosamente com refinada sensibilidade e bom gosto. Em contra ponto a paz e serenidade, este espaço de contemplação e calmaria, tem como pano de fundo além dos campos do hipódromo, a selva de pedra de uma parte da cidade de São Paulo avista de lá.



Jardim da Casa de Vidro Renault - O Jardim que emoldura a Casa de Vidro Renault, projetado pela paisagista Bia Abreu é tropical e contemporâneo. Nele, maciços de plantas exuberantes criam uma moldura que, inicialmente acolhe de forma simpática o visitante, com um pequeno pomar e horta em vasos, para a seguir, ir se desenrolando em torno da casa até terminar num pátio, onde poltronas com uma lareira ao centro é um convite para desfrutar de um descanso contemplativo ou uma reunião com amigos num espaço charmoso e aconchegante.




Pátio das Tabocas - Usando mais de 500 touceiras de bambus, o paisagista Alexandre Furcolin, criou um bosque com caminhos sinuosos que contemplam pequenos espaços de convivência e descanso harmonizados com mobiliário moderno e acolhedor. O caminho do bosque culmina num bolsão circundado por um único banco com vários acentos, tendo ao centro uma grande lareira, metálica, cuja estrutura vazada confere uma leveza à peça que parece uma escultura. A elegância e simplicidade dos bambus, planta dotada de profundos significados, proporciona uma experiência imersiva através da estética, dos sons e da luz que perpassa por eles espalhando sombras dançantes por todo caminho.





Jardim do Estúdio Bossa - Exemplo de jardim formado com vasos, este jardim, situado entre três espaços decorados cujas saídas convergem para uma área externa ao longo do prédio, foi projetado para unir os diferentes ambientes. Nele, o paisagista Mauro Contesini, explora diversos tipos de espécies ornamentais com portes, texturas e formas variadas distribuídas em inúmeros vasos  também com diferentes tamanhos, materiais e formas para criar um ambiente bem decorativo de jardim.





Principais tendências ditadas pelo paisagismo 

  • Trazer o Jardim para dentro como extensão dos ambientes é uma tendência em alta.

Esta foi uma aposta certeira da designer de interiores Paola Ribeiro, que explorou muito bem as aberturas do espaço, integrando o jardim aos ambientes. Ao trazer o jardim para dentro, Paola complementou a decoração da "Casa Cosmopolita Consentino" com todo luxo que só a Natureza pode proporcionar com vida, formas, texturas e beleza que geram um genuíno bem estar. Os jardins integrados aos ambientes decorados por Paola, foram implantados pelo Grupo Eco Verde Paisagismo supervisionado pela paisagista Maria Magalhães, estreante na mostra, que com sua vasta experiência já provou que tem muito a contribuir neste contexto.








  • Jardins Verticais - tendência crescente tanto em espaços externos como internos complementando diversos projetos de decoração.









  • Terrários - tendência que se espalha nas alturas e por todos os lados




  • Kokedamas - tendência em alta que traz uma forma diferenciada para exibição de plantas




  • Horta na cozinha






  • Plantas e flores em todo tipo de suporte - tendência permanente








Se você quiser conferir pessoalmente ainda dá tempo a mostra vai até o dia 23 de julho!
Saiba mais AQUI!

"Lí em algum lugar que há uma regra de decoração que merece ser obedecida: para onde quer que se olhe, deve haver algo que nos faça feliz!" (Martha Medeiros)

Abraços,
Sejamos Felizes!

Veja também: Prazer em ficar em Casa - AQUI - Você poderá gostar.

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)