Arroz e Arte

quarta-feira, março 22, 2017

Você conhece ou já ouviu falar na  Arte feita com arroz?

A arte é realmente um dos veículos mais incríveis de sensibilização e transformação do ser humano. Alimentada pelo poder criativo inerente a todos nós, seu alcance e possibilidades são infinitos e sempre surpreendentes como é o caso da "Tanbo Art" (arte da casca) desenvolvida nas plantações de arroz.

Arroz, arte, agricultura e design e muita criatividade foram unidos para criar a Tanbo Art - onde a tela é um grande campo e as tintas são diversos tipos de arroz com colorações diferentes, cujos resultados estão dando muito o que ver e falar em Inakadate, uma pequena comunidade na província de Aomori no Japão.


O arroz é a base da dieta dos japoneses há mais de 3.000 anos. Sua importância não se restringe unicamente à alimentação, vai além, sendo um notável ingrediente também na formação da história e cultura do país.

Uma tradição japonesa muito antiga conta que, há 88 deuses em cada grão de arroz. Esta crença mostra o quanto o cereal é importante para os japoneses, que fazem muitas coisas com ele como farinhas, bebidas alcóolicas, chás, temperos,vinagres, colas, etc., e mais recentemente, "Arte".

Tanbo Art, ou arte da casca, é uma modalidade de representação artística que, une agricultura e design em grandes campos de plantação de arroz, onde imagens gigantes são desenvolvidas com o plantio de diferentes tipos do cereal que produzem cascas e folhas com colorações diferentes.


Como tudo começou...


Tudo começou há quase duas décadas quando Koichi Hanada, funcionário da prefeitura de Inakadate, foi incumbido de encontrar uma solução para revitalizar a economia local atraindo turistas. A pequena localidade que fica no norte do Japão, por não possuir atrativos geográficos como mares e montanhas estava esquecida no mapa.

Pensamento vai, pensamento vem, até que, depois de alguns meses, inspirado por algumas crianças que estavam realizando um trabalho escolar utilizando grãos de arroz de diferentes cores, Koichi Hanada, teve a ideia de plantar vários tipos do cereal para formar palavras e imagens em arrozais.

"Não temos mares, não temos montanhas, mas temos arroz!"

O resultado da tímida experiência acabou virando um sucesso que destacou a vila de Inakadate no mapa, revitalizou a economia local e ainda inspirou outras vilas no desenvolvimento da Tanbo Art.

As imagens criadas, relacionadas a cultura japonesa ou ao universo pop, são aprimoradas a cada ano e impressionam tanto pela riqueza de detalhes que parecem terem sido pintadas sobre o campo e não formadas pelo plantio meticuloso de diferentes tipos de arroz.

Usando o meticuloso perfeccionismo marcante do povo japonês com o seu alimento preferido, Inakadate não só voltou a se destacar no mapa, mas também tem brilhado como produtora de um tipo diferente de arte que alimenta os olhos com imagens surpreendentes.

Veja algumas que selecionei para sua apreciação






Tão bonito quanto o resultado, é a união da população local que todos os anos no mês de abril se reúnem para decidir o tipo de imagem que irão plantar. Após a decisão partem para a organização e execução do plantio.


Os campos utilizados para o plantio da Tanbo Art contam com cerca de 15.000 mt², onde perto do local foi construída uma torre com 50 metros de altura, elevador e plataforma panorâmica para os turistas visualizarem a extensão da obra em toda sua totalidade e esplendor.


Setembro é a  melhor época do ano para visitar Inakadate que, tem recebido anualmente mais de 200.000 visitantes para ver a arte que brota nos artísticos arrozais.

"É porque se integra, na medida em que se relaciona e não apenas se acomoda, que o homem cria, recria e decide." (Paulo Freire)


Abraços,
Sejamos Felizes!

Imagens: seleções google

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)