Anêmona Flor da beleza, da simplicidade e do Vento

terça-feira, janeiro 17, 2017

A aparição de flores em nossos caminhos é prazerosa e também saudável porque beleza faz bem. Se for natural, melhor ainda, como as flores silvestres que crescem espontaneamente nos campos do mundo sem a intervenção humana, preenchem nosso olhar com a alegria genuína da simplicidade. Assim são as Anemonas, flores dotadas de beleza silvestre e naturalmente simples.


A Anêmona coronária é uma planta que dentre mais de 120 espécies do gênero Anemone, pertence a família das ranunculáceas, nativas da Europa, Ásia, regiões montanhosas da África oriental e austral e das Américas, várias das quais são conhecidas e cultivadas como ornamentais ou por suas propriedades medicinais.

São plantas perenes, de clima temperado, comum rizoma subterrâneo. Do caule podem brotar uma ou mais flores, que podem ser brancas, vermelhas, azuis, roxas, rosas, bicolores e amarelas (as mais raras).


Florescem na primavera alegrando os jardins da estação por mais ou menos um mês. Sua beleza alegre e delicada, também é muito apreciada como flor de corte, utilizada em arranjos diversos, nos quais dura em média uma semana.

Conhecidas como normalmente primaveris,as Anmonas possuem espécies que, diferente da coronária, que floresce na primavera, florescem em épocas diferentes do ano, como é o caso da Anemone japonica (Anêmona japonesa) cujas flores surgem nos finais do verão ou outono.


O miolo negro, pétalas que parecem seda com colorido expressivo, fazem da Anêmona uma planta singular que encanta num primeiro olhar.

São plantas perenes e resistentes como a maioria das flores silvestres, toleram quase todo tipo de solo e são pouco exigentes quanto a manutenção. Porém gostam de luminosidade, devendo ser plantadas em canteiros a pleno sol e, preferencialmente em solo argiloso e rico em matéria orgânica.

Raras aqui no Brasil, as Anêmonas são encontradas em regiões mais frias e em poucos distribuidores especializados em flores.



Curiosidades sobre a flor do Vento


  • O caráter efêmero desta flor valeu-lhe o nome de Anêmona que, em grego, significa vento. Diziam os poetas que essa flor nasce do vento e pelo vento é levada. Ela evoca um ser submetido às oscilações das paixões e aos caprichos do vento. Em inglês é conhecida como windflowers.
  • A Anêmona coronária (Kalanit em hebráico), é uma das flores mais conhecidas e queridas em Israel. Na época do domínio britânico sobre a Palestina, os judeus apelidavam os soldados britânicos de Kalaniyot por causa da boinas vermelhas que lembravam as Anêmonas desta cor.


  • Considerada uma flor Bíblica, segundo alguns autores, a Anêmona pode ser comparada ao "lírio do campo", do qual tanto de fala tanto no Antigo, quanto no Novo Testamento, escritos numa época em que não havia lírios do campo na Palestina, mas as anêmonas já existiam por lá.


  • Segundo Chevalier e Gheerbant, numa analise mais romântica e dramática, a Anêmona é uma flor solitária cuja cor viva atrai o olhar. Sua beleza está ligada a simplicidade. Suas pétalas vermelhas evocam lábios que ao sopro do vento entreabrem. Assim, mostra-se dependente da presença e do sopro do espírito, símbolo da alma aberta às influências espirituais. Podendo ser também, no aspecto soturno, símbolo da beleza ofertada e precária, forte como sua cor, e frágil como um corpo que não contém alma. Flor de sangue desabrocha pelo vento que também pode elevá-la, ela mostra a riqueza e a prodigalidade da vida e, ao mesmo tempo, sua precariedade.
  • Romantismo e delicadeza, fazem da Anêmona uma flor muito apreciada para decorações de casamentos e buquês de noivas.



Veja as inspirações com Anêmonas que selecionei para você







Na natureza encontramos muitas lições que nos ensinam que é na simplicidade que reside o sentido da vida. Apreciar os detalhes fascinantes da natureza como as flores que enchem nosso olhar  de admiração, acrescenta uma alegria genuína à dimensão de viver.



Abraços,
Sejamos Felizes!

Fontes: Jean Chevalier e Alain Gheerbrant (Dicionário dos Símbolos) Imagens: minha seleções Pinterest

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)