Musgo - forte tendência em usos modernos

quinta-feira, setembro 01, 2016

Há mais de 400 milhões de anos esta planta que acarperta as superfícies do planeta, vem sendo tirada da sombra para ganhar luz através de criação de arte inspiradora, designs diversos e de espaços de contemplação e relaxamento.


O musgo, pelugem verde, que surge em ambientes úmidos total ou parcialmente sombreados é comumente visto em detalhes de forração em jardins orientais, cobrindo antigas paredes rochosas de antigos refúgios abandonados como castelos e fortalezas, mas também adicionando uma camada de proteção verde sobre caminhos de pedras, frestas de calçadas, paredes ou simplesmente cobrindo casualmente um solo sombreado.


Atualmente, artistas, designers e paisagistas tem trazido à luz o musgo utilizando-o como material de inspiração em seus trabalhos, com usos modernos em designs de diversos objetos, em jardins verticais, em terrários, como elemento gráfico para criação de murais e grafites ecológicos, na composição de espaços de requinte e de contemplação, obras de arte, etc.


Com mais de 90.000 espécies catalogadas e espalhadas pelos mais diversos ambientes terrestres exceto a água salgada, o potencial de desenvolvimento do musgo é ilimitado.

Os musgos são plantas avasculares e umbrófitas, ou seja, são desprovidas de vasos condutores de seiva e habitam ambientes sombrios e úmidos. Mas algumas espécies podem ser encontradas em ambientes desérticos e ainda formarem extensos tapetes sobre rochas expostas.


Parte da divisão da planta Bryophyta, os musgos são algumas das plantas mais antigas da Terra. Seus fósseis datam de 400 milhões de anos.

Musgos são organismos com capacidade para crescer em superfícies diversas com texturas ou erosões onde possam se fixar como tijolos, pedras, rochas, fissuras em pisos e paredes, troncos de árvores, etc, com grande facilidade de adaptação e resistência. Esta planta tem sua resiliência atestada por cientistas britânicos que recentemente trouxeram à vida um pedaço de musgo que havia sido congelado na Antártida por mais de 1.500 anos e sobreviveu depois de descongelado.

"O musgo cresce onde nada mais cresce. Cresce em tijolos. Cresce no tronco das árvores e na ardósia. Cresce no círculo ártico e nos trópicos mais amenos, mas também cresce na pele do bicho´preguiça, nas costas do caracol, em ossos humanos deteriorados. Criam debaixo de calcário exposto, colônias que criam esponjas gotejantes, vivas, que se agarram e bebem água calcificada direto da pedra. Ao longo do tempo, a mistura de musgo e mineral se transforma em mármore travertino. Dentro da superfície dura e leitosa do mármore, serão visíveis eternamente veios azuis, verdes e cinzas. A própria Basílica de São Pedro era feita desse material, ao mesmo tempo criada e manchada pelos corpos das colônias de musgo." (Trecho do livro: A assinatura de todas as coisas de Elizabeth Gilbert)

Os musgos são muito importantes para a ecologia, pois reduzem o processo erosivo, atuam como reservatórios de água e nutrientes, oferecem abrigo para micro organismos e são viveiros para outras plantas em processo de sucessão e regeneração.


Simplórios e inexpressivos aos olhos de muitos, esta planta que brota em humildes calçadas, em contra partida, para profissionais ligados a arte a ao design, o musgo  tem um apelo sofisticado, onde menos é mais, e diga-se de passagem, é muito mais, como você pode conferir nestas imagens que selecionei para sua apreciação e inspiração...















A resiliência e versatilidade do musgo utilizada por artistas que utilizam esse elemento natural vivo nas mais diversas criações, é mais uma mostra de como a generosidade da natureza aliada a criatividade humana nos toca e sensibiliza com suas lições, com sua beleza e sensações de bem estar.


"...O amor com seus esforços torna o velho criança e torna o mal puro e sincero através do carinho que vai se envolvendo, envolvendo como no muro a hera, e vai brotando, brotando como o musgo na pedra como o musgo na pedra, ai sim, sim, sim..."       (Volver a los 17 - Mercedes Sosa)

Veja também + sobre musgo em "Eco Grafite" - AQUI

Abraços,
Sejamos Felizes!

Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

2 comentários

  1. Muitas informações interessantes sobre vários assuntos.
    Adorei e pretendo consulta los.

    ResponderExcluir
  2. Thank you! How incredibly wonderful!

    ResponderExcluir

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)