10 ervas culinárias essenciais que não devem faltar em nossas cozinhas

sexta-feira, julho 08, 2016


Cozinhar traz muitos benefícios, é uma atividade onde a criatividade tem espaço garantido, e quanto maior é a criatividade, mais somos recompensados com uma gama de sensações e prazeres. Cozinhar é uma arte que cria sensações, alimenta o corpo e a alma, apura os sentidos e une as pessoas. E quando se trata de sensações, nada como as ervas para tecer um delicado manto de aromas dando um toque de sabores especiais às mais diversas receitas culinárias que podemos criar.

Embora dotadas de simplicidade as ervas tem o poder de transformar uma refeição numa festa para o paladar. Além de contribuírem aromatizando os alimentos com sabores atraentes, também estimulam a digestão e são ingredientes essenciais para dar vida a qualquer refeição. Contudo, ainda fazem bonito no jardim ou em recipientes, além do que, muitas ervas culinárias, como o tomilho, alecrim, sálvia, orégano, hortelã e manjericão, fazem parte da família das Lamiaceae, sendo portanto, muito atraentes para as abelhas e borboletas, o que é bom para o meio ambiente.

Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém sempre especial.

Sayonara Ciseski

10 ervas culinárias essenciais que nenhum cozinheiro/jardineiro deve ficar sem:

Alecrim(Rosmarinum officinalis)


Uso culinário: Com sabor fresco e levemente adocicado, o alecrim é recomendado no preparo de diversas carnes, especialmente, porco e carneiro. É ótimo para aromatizar batatas, manteigas, massas e pães. Faz parte do famoso mix "Herbes de Provence", tempero francês com várias ervas.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: Misture ao azeite picado ou triturado na centrífuga, tempere a gosto, adicione a patês para servir sobre torradas.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas e caldos diversos antes de servir.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de batatas cozidas ou batatas assadas e couve-flor.
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar queijos e ovos recheados, omeletes, etc,
  • Carnes e aves: Ótimo para marinados para carnes de porco e carneiro.
  • Peixes e frutos do mar: Utilize um maço para peixes na brasa e folhas picadas em temperos de pratos a base de peixes e frutos do mar.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos brancos, molhos a base de queijos e vinha d'alho.
  • Sobremesas e Pães: Ótimo para perfumar massas de biscoitos e pães.

Cebolinha (Allium fistulosum)


Uso culinário: Tanto crua como cozida a cebolinha é muito usada na culinária chinesa e ocidental. Muito apreciada no preparo de sopas, sanduíches, omeletes, patês, maioneses, manteigas e queijos cremosos. Também muito utilizada em molhos, vinagretes, saladas e assados, sendo ótima também para a decoração final dos pratos.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para temperar canapés e picles.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas frias e caldo diversos.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de batatas e saladas verdes. 
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carnes guisadas.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo para temperar pratos com peixes e marinados de salmão.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos a base de tomates.
  • Ótimo para pães de ervas.

Dill/Endro (Anethum graveolens)


Uso culinário: As folhas do dil com seu sabor suave são muito apreciadas em pratos feitos com temperos suaves como arroz, sopas, saladas e peixes. suas sementes e folhas também são muito utilizadas no preparo de picles e vinagres aromáticos.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para temperar canapés e picles.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas frias.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de batatas e mandiocas cozidas. 
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carnes guisadas.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo para temperar pratos com peixes e marinados de salmão.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos a base de mostarda.
  • Sobremesas e Pães: Ótimo para aromatizar frutas em calda.

Estragão (Artemisia dracunculus)


Uso culinário: Com folhas aromática com sabor de anis, o estragão é muito apreciado no preparo de molhos, vinagres, saladas, peixes e omeletes. Muito difundido na cozinha francesa, é muito usado no preparo dos famosos molhos: beárnaise, tartare e hollandaise.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: Ótimo para temperar picles.
  • Sopas e caldos: Utilize no tempero de sopas de carne e macarrão.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero saladas verdes.
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar queijos e maioneses.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar cozidos de panela.
  • Peixes e frutos do mar: Utilize para temperar salada de atum.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos tártaro e bernaise
  • Ótimo para aromatizar vinagres e mostardas.

Hortelã (Mentha spp)


Uso culinário: Com folhas aromáticas e perfumadas, esta erva é muito utilizada no preparo de molhos, saladas, chás, geléias,  marinadas de assados e grelhados diversos, sendo também utilizada para enriquecer sobremesas. Erva essencial na cozinha árabe.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para ornamentação de canapés.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas frias.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de saladas verdes. 
  • Queijos e ovos: Utilize para ornamentação de creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carne de carneiro, recheios de kibes e esfihas.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos a base de iogurte e coalhada.
  • Ótimo para aromatizar frutas em calda e geléias.

Manjericão (Ocimum basilicum)


Uso culinário: Ideal para acompanhar queijos, compor saladas, pratos de massas, omeletes, lanches e molhos à base de tomates. Mas como suas folhas são muito delicadas, devem ser adicionadas aos pratos no último instante antes de servir.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para temperar canapés e antepastos de berinjela e pimentão.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas de tomate e sopas frias.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero para saladas. 
  • Queijos e ovos: Utilize para finalizar creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para recheio de carnes.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo com manteiga para cobrir peixes e lagostas.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos a bolonhesa,molho de tomates e vinagretes.
  • Ótimo para finalizar pizzas e massas em geral.

Salsinha (Petroselinum crispum)


Uso culinário: Com aroma suave e agradável a salsinha é muito usada no preparo de saladas, molhos, sopas, e temperos em geral. quando cozida a salsinha destaca o sabor do prato principal. Geralmente é usada no clássico Bouquet Garni. O bouquet Garni consiste num maço de ervas amarrado com um barbante para ser colocado numa panela durante o cozimento do alimento e retirado antes da finalização do prato ou antes de servir. Tradicionalmente ele é feito com tomilho, louro e salsinha, podendo também receber acréscimos de sálvia, salsão e alecrim.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para ornamentação de canapés e frios.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas de tomates, caldo de legumes e caldo verde.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero para saladas de tomates, pepino, cebolas, e batatas. 
  • Queijos e ovos: Utilize para finalizar creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carnes brancas e vermelhas.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo para recheios de peixes.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos a base de ervas.
  • Ótimo para pães recheados com ervas.

Orégano (Origanum vulgare)


Uso culinário: Com sabor forte e aromático o orégano é muito utilizado em molhos a base de tomates, tomates frescos, saladas, omeletes, assados, e queijos. A erva fresca tem um sabor bem diferente da desidratada, tendo seu amargor mais acentuado.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para aromatizar óleos e patês.
  • Sopas e caldos: Utilize na finalização de sopas e minestrones.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de batatas cozidas ou assadas. 
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar queijos, creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carnes e aves.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo para temperar pratos com peixes e frutos do mar.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos de tomates, molhos claros e vinagretes.
  • Ótimo para aromatizar pães e massas para salgados.

Sálvia (Salvia officinalis)


Uso culinário: Com folhas aveludadas com delicado sabor de cânfora, a sálvia é muito utilizada na cozinha alemã e do norte europeu, no preparo de salsinhas e de carnes ricas em gordura. Também é apreciada em marinadas de carnes diversas incluindo, caças e peixes.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para patês de fígado e de queijo.
  • Sopas e caldos: Utilize para temperar sopas de lentilha e macarrão. 
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de tomates, purês, espinafres e saladas.
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar creme de queijos quiches e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carnes gordas e carne de porco.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo para temperar ensopados com peixes.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos para vitela e porco.
  • Ótimo para aromatizar pães com cebolas.

Tomilho (Tymus vulgaris)


Uso culinário: Muito popular no Mediterrâneo, a erva faz parte essencial nos mix Fine Herbes e Herbes de Provence (tempero francês com várias ervas) e do clássico Bouquet Garni (ramalhete formado por três ervas: louro, tomilho e salsa). Com seu sabor e aroma delicioso o tomilho combina com ensopados, marinadas e molhos à base de vinhos.

Dicas de uso:

  • Aperitivos e antepastos: ótimo para temperar patês.
  • Sopas e caldos: Utilize para temperar sopas e caldos de carnes.
  • Legumes e verduras: Utilize como tempero de cogumelos e cebolas. 
  • Queijos e ovos: Utilize para temperar ovos fritos mexidos e omeletes.
  • Carnes e aves: Ótimo para temperar carnes guisadas de porco e coelho.
  • Peixes e frutos do mar: Ótimo para temperar pratos com peixes gordos e recheios.
  • Molhos: Ótimo para ser utilizado em molhos escuros a base de vinho.


Dicas de temperos:


Substitua o sal pelas ervas aromáticas para temperar os alimentos


Atualmente o excesso de sal tem ocasionado muitos prejuízos à saúde cardiovascular de muita gente, gerando o aumento de pressão arterial e outras consequências indesejadas. Uma saída para este mal é utilizar as ervas aromáticas para temperar os alimentos no lugar do sal como complemento de sabor em dietas que restrinjam o uso do sal.

Além das inúmeras possibilidades de usos e benefícios que as ervas proporcionam através dos aromas, sabores e propriedades de cada uma, substituir o sal por ervas aromáticas é uma alternativa saudável para o corpo, para a alma e o coração. Existem diversas ervas que podem ser facilmente cultivadas e que se adaptam bem a recipientes, o que possibilita a criação de um pequeno jardim aromático em qualquer cantinho, basta ter um pouquinho de sol diário, pitadas de cuidado, e boas doses de amor pela natureza e pela vida.

Quer saber como ter sua pequena horta particular de ervas?

Veja AQUI - Jardim Aromático

Veja também Paisagismo Comestível - AQUI


Abraços,

Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

1 comentários

  1. Aqui em casa o que não pode faltar é COENTRO! Senti falta dele na lista. =D

    ResponderExcluir

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)