Dálias garbosas coloridas e gentis

quarta-feira, junho 01, 2016

"Abram alas para dália garbosa, da cor mais vistosa,
do grande jardim, da existência das flores, tão cheio de cores gentis..."

Sobre a flor, assim cantava o poeta Vinícius de Morais no seu saudoso "Rancho das Flores", e como no trecho certeiro da poesia: garbosa e cheia de cores gentis é a dália.


Dálias são plantas que pertencem à família Asteraceae. Originária do México, sua flor é muito valorizada pelo seu alto efeito ornamental. A estrutura das suas flores são compostas por conjuntos de pétalas com várias formas organizadas numa base comum chamada soquete.

Com a característica de produzir espontaneamente novas forma através do hibridismo, atualmente a Dália tem cerca de 20.000 variedades híbridas com diversas cores e dimensões, todas reconhecidas no Registro Internacional das Dálias. Florescem por longos períodos de tempo o que faz dela a rainha do jardim de outono, título dado pelos entusiastas de jardinagem.


O fascínio exercido pela flor em diversas partes do mundo fez dela o emblema oficial de países como o  México e São Francisco. No Japão, a Dália, é considerada como um traço de bom gosto.

Tão querida e apreciada como é, a Dália ganhou também algumas associações que você poderá conhecer clicando sobre cada uma como:



Simbolizam o reconhecimento, harmonia, gentileza e união recíproca (amor correspondido).

Reverenciada por sua beleza, a Dália é uma flor que impressiona com sua diversidade de formas, tamanhos e cores.

Cultivo e Cuidados


  • Dálias gostam muito de climas quentes onde crescem alegremente com a exuberância de suas cores e formas radiantes sob o sol. Não gostam de ventos fortes e necessitam de insumos e fertilizantes com regularidade. Melhor época para o plantio é no início da primavera.
  • Escolha uma área com bastante luz e protegida de ventos.
  • Prepare as covas misturando ao solo húmus de minhoca e farinha de ossos, duas semanas antes do plantio.
  • Plante os bulbos, atando cada um em uma pequena vara para evitar que a planta se rompa durante o crescimento.
  • Para manter um crescimento saudável e prolongar a floração, corte as hastes das flores que forem murchando rente ao talo, favorecendo assim o desenvolvimento de novas flores.
  • Regue uma vez por semana no inicio do plantio e durante a floração. Depois, passe a uma vez a cada duas semanas.

Em Arranjos Florais


  • Se quiser cortar as flores para utiliza-las em arranjos florais, o ideal é cortá-las nas primeiras horas da manhã ou da noite.
  • Uma vez cortadas, dispa seus caules de todas as folhas, corte em diagonal a base dos caules para que absorvam melhor a água.
  • Coloque seu arranjo em um local bem iluminado, fresco e arejado e troque a água do recipiente a cada dois dias.

Veja alguns exemplos de arranjos nos quais, sozinhas ou misturadas com outras flores, as Dálias se destacam:









Aqui no Brasil a flor também faz sucesso. Há 22 anos nas primeiras semanas de mês de março, todos os anos ocorre na cidade de Suzano, na grande São Paulo, a Festa da Dália, que conta com a exposição de mais de 80 variedades da flor. Durante este evento, as flores e os bulbos das Dálias podem ser conhecidos e comprados pelos visitantes.


Veja também em Flores para Van Gogh, o espetáculo que os designers florais fazem com milhares de Dálias, AQUI

Veja também:  Rancho das Flores, AQUI.

Abraços!
Sejamos Felizes!


"Determinada flor é, em primeiro lugar, uma renúncia a todas as outras flores. E, no entanto, só com esta condição é bela." (Antoine de Saint-Exupéry)

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)