Sobre Árvores e Meninas

terça-feira, maio 31, 2016

Você já pensou como seria magnífico comemorar o nascimento de uma criança com o plantio de uma árvore? E como seria para essa criança ter uma árvore crescendo junto com ela e fazendo parte da sua história?

A ideia de celebrar um nascimento com o plantio de árvores já é praticada numa aldeia da India, mas não qualquer nascimento, somente o nascimento de meninas e não só com uma única árvore e sim 111 árvores para cada menina que nasce por lá.

Essa prática tem trazido uma nova perspectiva mais humanitária para a Índia, onde são comuns os casos de abortos de fetos femininos, assim como o assassinato de meninas recém nascidas. Ações que tem ocasionado um grave desequilíbrio de gênero no país que tem tido um grande aumento da população masculina em contra ponto com a diminuição massiva das mulheres. Mas, essa realidade nem sempre foi assim.


A história conta que na Índia, a mulher teve durante muito tempo um papel de grande importância sendo valorizada por ser a Matruka (matriz) da sociedade hindu, aquela que gera, cria e educa. Cenário que foi mudando ao longo do tempo por influência de inúmeras invasões islâmicas, mongóis e européias que impuseram homens exercendo funções de caçadores e criadores de riquezas, transformando a sociedade hindu basicamente matriarcal numa sociedade patriarcal e desumana.

O filho homem passou a ser o herdeiro e aquele à garantir o sustento da família assim que o pai morrer. Tradição que fomentou o preconceito e o desprezo por cada menina nascida na índia, até os dias atuais.

As mulheres passaram a ser vistas como uma perda material (prejuízo), porque além de não terem o mesmo papel do filho herdeiro, suas famílias ainda devem pagar um dote considerável à família do futuro marido.

Mas os movimentos dos homens com suas ações que já promoveram tantas mudanças na história de sua trajetória pela Terra, traz uma nova perspectiva para as meninas que nascem na Índia.

Como uma luz no fim de um túnel tenebroso, desde 2006, uma prática tem criado uma nova tradição na aldeia de Piplantri, onde seus moradores passaram a celebrar o nascimento de cada menina indiana com o plantio de 111 mudas de árvores de espécies nativas que geram sustento e subsistência à comunidade.


Essa prática surgiu através do lider da aldeia perdeu sua filha e decidiu plantar 111 árvores em sua memória. Daí surgiu a inspiração para combater o feminicídio na região. Regida pelo Panchayat - sistema político indiano que agrupa vilas num quincôncio onde cada vila tem tarefas e responsabilidades próprias - na aldeia Piplantri é oferecido aos pais de meninas uma segurança financeira. Ao plantar 111 árvores para celebrar o nascimento da filha a família recebe 31 mil rúpias da administração da aldeia como agradecimento pela contribuição ecológica prestada ao vilarejo.


Em troca deste valor a família assina um termo de responsabilidade se comprometendo a cuidar das árvores, oferecer estudo de qualidade à menina e só permitir seu casamento após a filha completar dezoito anos.

Nestes 8 anos a prática tem sido um sucesso com um número crescente de mulheres na aldeia e um número maior ainda de árvores - 286.000 já foram plantadas graças a nova tradição - sem falar no valor humano que se elevou, mas que ainda precisa ser cada vez mais cultivado e cuidado.


Inspirações que vem de Árvores e Meninas


A Árvore enquanto signo representa a grande mãe e possui uma figuração simbólica em diversas culturas que atribuem a ela o símbolo da vida representada pela perpétua evolução sempre ascendente. Já a menina é a promessa de uma vida regida pelo sagrado feminino que busca romper a repressora supremacia patriarcal para construir um mundo mais maternal, sensível, afetivo onde o poder transformador das ações humanas faça florescer a sua verdadeira humanidade.


Abraços, desejosos que possamos cada vez mais ver um mundo repleto de Árvores e Meninas com seus significados essencialmente femininos e inspiradores.
Sejamos Felizes!

Imagens: Piplantri AQUI e sagrado feminino AQUI

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)