Alstroemérias para você

terça-feira, março 29, 2016


Planta nativa da América do Sul com algumas linhagens do Brasil, Chile e Peru, a Alstroeméria, conhecida popularmente como Astroméria, é cultivada como flor de corte, floresce o ano inteiro, é linda, delicada e por tudo isso, muito requisitada por floristas e decoradores para compor arranjos, buques e diversas decorações.

O gênero que tem em torno de 120 espécies, foi nomeado em honra ao Botânico Sueco Clas Alströmer (Claus Von Alstroemer), por seu amigo Carlos Linneo, em virtude das sementes terem sido coletadas por Alströmer, em sua viagem a América do Sul em 1753.

Com flor delicada e muito bonita, que para muitos lembra um mini lírio, a Alstroeméria possui uma grande variedade de cores, mas não possui perfume, ponto favorável, principalmente quando aromas não são adequados em determinadas ocasiões ou ambientes.

Suas cores mais comuns vão do alvo (branco), dourado, amarelo, laranja, rosa, damasco, vermelho, púrpura, violáceo e lavanda. As flores são muito apreciadas para buques de noivas, para compor arranjos florais com outras flores, ou simplesmente só Alstroemérias. Adoro <3



Simbolicamente, esta flor está ligada a lealdade e ao forte vínculo de amizade entre duas pessoas, razão pela qual, também tem um forte apelo aos casamentos inquebrantáveis apesar dos revezes da vida, ao encanto e as certezas. Tudo haver, pois não tem como não se render aos encantos desta flor.

 Cuidados para que suas Alstroemérias durem mais:


  • Retire-as com cuidado da embalagem, pois suas flores assim como suas hastes são muito delicadas;
  • Dispa seus caules de todas as folhas, ou pelo menos das folhas que estivem presas na parte do caule que ficará mergulhada na água;
  • A retirada das folhas dos caules é super importante, pois se as mesmas ficarem submersas na água, apodrecerão comprometendo a durabilidade das flores;
  • Após a retirada das folhas, corte +/- 2 centímetros dos caules (em chanfro/diagonal) antes de coloca-los no vaso onde a água não deve ultrapassar a metade da altura do recipiente;
  • Troque a água diariamente ou no máximo a cada dois dias, sempre limpando/lavando os caules e cortando a parte amarelada para favorecer a melhor hitradatação das flores;
  • Não borrife água sobre as flores, e mantenha seu vaso em locais iluminados e arejados. 


Abraços,
Sejamos Felizes!


"A noite abre as flores em segredo e deixa que o dia receba os agradecimentos." (Rabindranath Tagore)

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)