Dia da Árvore

segunda-feira, setembro 21, 2015


Cada árvore é um ser para ser em nós.
Para ver uma árvore não basta vê-la
a árvore é uma lenta reverência
uma presença reminiscente
uma habitação perdida
e encontrada.
À sombra de uma árvore
o tempo já não é o tempo
mas a magia de um instante que começa sem fim
a árvore apazigua-nos com sua atmosfera de folhas
e de sombras interiores
nó habitamos a árvore com a nossa respiração
com a da árvore
com a árvore nós partilhamos o mundo com os deuses.

Antonio Ramos Rosa


No Brasil o dia da Árvore é comemorado no dia 21 de setembro, véspera da Primavera, estação na qual as árvore estão verdejantes em meio a muitas espécies floridas. E, para comemorar esse dia sugiro a leitura dos meus preferidos posts sobre as árvores:


Mas há muito mais por aqui é só caminhar pelo Jardim que você encontrará muitas inspirações vindas das Árvores...


Abraços desejosos que você abrace, adote, plante, proteja e usufrua de uma Árvore e seja Feliz!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Imagens: coleção particular.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)