Cactos em flor

segunda-feira, julho 06, 2015


Nem sempre as flores são dissociadas dos espinhos. Algumas espécies de flores não conseguem viver separadas deles, portanto quem quiser levar a rosa ou o cacto para casa, terá que conviver com os espinhos também. Mas como na vida nem tudo sempre são flores, não devemos nos preocupar tanto e sim valorizar a beleza que existe, ou seja, a beleza das flores vale o incomodo dos espinhos.


Espinhentos, mas lindos e com espetaculares florações são os cactos, espécies vegetais pertencentes à família das cactáceas (Cactaceae). São plantas muito resistentes que conseguem sobreviver em ambientes extremamente quentes ou áridos, pelo fato de terem a capacidade de acumular água em seus tecidos.

Caracterizam-se por serem cilindricos, globosos, angulosos ou achatados, geralmente cobertos por espinhos e com  variados tamanhos. O mais alto é o Pachycereus pringlei, cuja altura máxima registrada foi de 19,20 metros. Já o menor registrado é o Blossfeldia liliputiana, da região dos Andes Bolivianos, com cerca de apenas um centímetro de diâmetro.

Todas as espécies de cactos florescem, porém existem alguns tipos que somente irão florescer após 80 anos de idade, ou depois de atingir uma altura superior a dois metros.

Os cactos são encontrados na Américas, desde o Canadá até a Patagônia, e também no Caribe. Possuem a expectativa de vida elevada, podendo sobreviver a mais de 200 anos.

Cultivados no mundo inteiro os cactos são usados como ornamento em vasos ou em jardins decorativos. Dos minis aos mais altos, todos os cactos conseguem viver em vasos e surpreender com a beleza da suas flores.

Uma das espécies de cactos que possui florações freqüentes e espetaculares pertencem à família das Echynopsis também conhecida como ouriço-do-mar, ouriço ou Easter lily. Esses cactos são geralmente redondos e cheio de espinhos curtos, sendo que muitos desta espécie, produzem belas flores em cores que vão do magenta até o branco e são valorizados como os cactos que produzem as mais lindas flores que entusiasmam aqueles que as vêem, não só pelas cores mas também pela exuberância das formas e da múltipla floração.

As fotos deste post são da espécie Echinopsis, e foram fotografadas por um fotógrafo entusiasta destas plantas que atende pelo pseudônimo Echinopsis Freak em homenagem a elas. Suas fotos foram feitas na técnica time lapse com o objetivo de mostrar o movimento de cada flor se abrindo. Elas só abrem durante a noite e só vivem apenas um dia.

Veja as imagens que selecionei  para sua apreciação e inspiração...




Saiba e veja + sobre o trabalho de EchinopsisFreak AQUI

Abraços!
Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Fontes: Wikipédia.org; Jardimdeflores.com.br; site do artista.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)