As Quatro Estações

quinta-feira, junho 25, 2015

Inspirado nas mudanças das Estações do ano, Primavera, Verão, Outono e Inverno, o designer gráfico e ilustrador Alon Avissar, desenvolveu esta série de retratos intitulada "Sazonais Beauties".


Quatro silhuetas femininas são a base para as criações digitais que se mesclam com elementos sazonais como flores, ramos, pinhas, neve, etc. presentes nas estações do ano.

Com cores pálidas e texturas delicadas as imagens criadas por Alon Avissar, nos tocam com os apelos sensoriais e cognitivos que a Natureza nos impõe através das mudanças nos ciclos das 4 estações do ano.
Verão

Instintivamente, esperamos pelo verão, pois nesta estação acontece a magia de todas as mudanças que se iniciaram na primavera. Tudo o que brotou, nasceu, floresceu e principalmente se enraizou antes do inicio do verão, atingirão o auge do esplendor durante esta estação.

Outono

No outono, que é o precursor do inverno, é a estação onde ocorrem modificações significativas na Natureza, quando tudo muda: as folhas caem, os galhos secam, os riachos diminuem seus volumes, os rios diminuem também seus afluentes e redimensionam suas vertentes, tudo parece encolher neste tempo de recolhimento que precede o inverno.
Inverno

No inverno, em muitos países, a Natureza se apresenta com características de que não existe mais vida, como o exemplo de uma paisagem coberta pela neve,  uma árvore que perde todas as folhas, seus frutos, suas flores e parece morta. Mas, a vida está latente, apenas reciclando tudo o que não lhe serve mais enquanto se prepara para ressurgir na primavera.
Primavera

Durante a primavera, acontece na Natureza o verdadeiro "milagre da vida". É quando tudo nasce de novo, ressurge com vida nova, sendo este um dos melhores exemplos que a Natureza da para a humanidade.

Quando prestamos atenção aos ciclos da Natureza, percebemos que cada estação do ano traz mudanças, através das quais podemos tirar aprendizados que nos ajudam na compreensão das transformações da vida e no aprimoramento do nosso auto conhecimento.

Do mesmo modo que a Arte nos toca quando a contemplamos, a Natureza também nos impacta quando podemos penetrá-la além da superfície, compreendendo seus ciclos de transformações e aprendendo com suas lições implícitas em seus infinitos detalhes...

Conheça mais sobre o trabalho de Alon Avissar.

Abraços,
Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Fontes: Site do artista; haia.net.br/hadryanradonai.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)