Suculentas em Vasos para decorar seus ambientes

terça-feira, abril 21, 2015


Se você valoriza a presença de plantas em seus ambientes, mas acaba abrindo mão delas porque não dispões de tempo para cuida-las, as Suculentas são a melhor opção. Fáceis de cuidar, pois dispensam grandes cuidados e necessitam de poucas regas, essas plantinhas ficam bem em qualquer tipo de vaso e de quebra, os arranjos com suculentas, mesmo os mais simples, sempre ganham ares de obras primas. Experimente criar com suculentas e verá como é simples e o resultado é o máximo.

As suculentas são as queridinhas do universo da jardinagem, pois além de serem lindas, precisam de pouca água e poucos cuidados. Com a capacidade armazenar água, tanto nas raízes, quanto nos caules e folhas, elas desenvolvem-se bem em solos pobres, altas temperaturas e climas áridos. Uma característica marcante destas plantas são as folhas carnudas (gordinhas) suas formas, texturas e cores que com pouco trabalho e mínima manutenção são capazes de transformar com um incrível valor estético desde um simples canteiro a um pequeno vaso, tanto em grupos variados como com apenas uma única espécie.

Para criar sua própria obra-prima suculenta pegue um suporte que sirva como recipiente para o plantio, adicione uma suculenta colorida ou mais, crie um Design em minutos e surpreenda-se. Sei que a ideia de projetar um jardim em vasos com suculentas pode intimidar alguns diante da vasta gama de formas, texturas e cores com que estas plantinhas seduzem os olhares de quem quer escolher algumas para este fim. Nessa hora sempre surgem dúvidas como:

  • Que plantas ficariam bem juntas?
  • Quantas plantas você precisa para criar composições harmoniosas?
  • Que tipo de suporte/ recipiente escolher?
  • Caixa de madeira, quadro de musgo ou ambos?
  • Qualquer suporte serviria?


Para responder estas perguntas e dar um incentivo para que você libere sua criatividade sem medo de ser feliz, eu selecionei para este post, algumas sugestões. Veja:


Não tem muito como errar com estas plantas. Certamente as suculentas vão crescer bem em todo e qualquer tipo de recipiente, mas alguns são mais fáceis de trabalhar do que outros, algumas formas darão também um destaque extra para a sua composição e algumas podem inserir um toque divertido.

Selecione um vaso de cores vivas e se puder escolha algo diferente e divertido. Não tenha medo da cor nem da forma do recipiente. Cores e formas fortes e apenas algumas plantas são tudo o que você precisa para criar rapidamente um arranjo suculento e atraente.


Se você gosta de um suporte ou vaso quando estão vazios, poderá gostar mais ainda se eles estiverem aliados com uma planta.


Vasos de cerâmica estão disponíveis em uma ampla gama de cores, formas e estilos. Tire partido de formas diferentes e de cores vibrantes.


Mas se quiser algo mais discreto com um certo nível de neutralidade, composições monocromáticas são a opção ideal, até mesmo porque, muitas vezes recipientes neutros realçam mais a forma, textura e cores das plantas.


Para um projeto monocromático, escolha plantas que tenham a mesma coloração e que esta seja próxima da cor do recipiente, como por exemplo: vasos azuis com plantas verdes azuladas/acizentadas. Vasos verdes com plantas em diversos tons de verde.


Vasos em cores neutras, são uma boa opção para se integrarem em qualquer ambiente, pois marcarão uma presença discreta e se harmonizarão facilmente com o entorno. Neste caso, use e abuse dos brancos, marfins, pretos e cinzas.


A forma do vaso pode fazer toda a diferença para realçar uma composição criando um casamento perfeito com a forma da planta.


Mas não há certo ou errado com as diversas formas de vasos, nem em fazer experiências com diferentes opções de suportes.


Quando Menos é Mais

Tente usar apenas uma planta. Quando você encontra uma planta com uma forma linda, ela não precisa e companhia, apenas de um vaso que realce sua beleza natural.


Alguns vasos parecem que foram tingidos com cores que coincidem com a coloração das plantas, quando encontrá-los tire proveito.

Mistura fina

Como você já percebeu pelos exemplos a versatilidade das suculentas aliada a baixa manutenção é seu ponto forte, além da diversidade de formas e texturas que se harmonizam perfeitamente entre as espécies de mesmo gênero. Então, solte a imaginação crie diversas composições e " misture" sem medo de ser feliz.


Regras básicas:

  • Certifique-se que o recipiente tenha furos de drenagem, pois suculentas apodrecem em solos enxarcados.
  • Use para o plantio, solo de excelente drenagem, procure no mercado indicações apropriadas para este fim.
  • Incorpore fertilizantes de liberação lenta.
  • Revista com pedriscos, casca de árvore ou outro elemento decorativo, se desejar.
  • Regue uma vez por semana, somente sobre a terra/solo e não sobre as plantas.


Se você gosta destas plantinhas e quer conhecer suas identificacões e cuidados mais específicos, recomendo os blogs: "vida suculenta" e "ABC das suculentas"

+ idéias de Suculentas do "Jardim" AQUI

Abraços,
Sejamos Felizes!

Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Fontes: houzz; imagens: seleções pinterest e minhas.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)