Ilustre Natureza ilustrada em "pop-ups"

sexta-feira, abril 10, 2015




Em nossas vidas ocupadas geralmente ignoramos com facilidade a beleza natural que nos rodeia. Mas em algum momento, algo nos chama a atenção, nos faz parar para olhar e lembrar de tantas belezas que iluminam a vida. Esse é um dos muitos papeis da Arte: "iluminar", como faz com suas criações oníricas de papel ornamentados, a ilustradora polaca, Bozena Rydlewska, conhecida como Bozka, nos ajudando com seu trabalho, a lembrar como a mãe Natureza é uma grandiosa e verdadeira artista.

O trabalho de Bozka é decorrente da distinta ligação que ela sente com as plantas do nosso mundo natural. Inspirada nos livros pop-up que ela amava desde criança, Bozka cria arte 3D que leva para livros infantis num nível impressionante e original.

Para quem não conhece ou não lembra, os livros pop-up maravilharam muitos de nós na infância. Neles, o "Era uma vez"... era contado de maneira dinâmica e surpreendente, através das ilustrações em dobraduras de papel que saltavam dos livros que davam movimento e vida à nossa imaginação. As imagens que parecem saltar das páginas quando abrimos o livro, são chamadas de pop-up.

O trabalho de Boska é muito profundo, sua arte é uma extensão da sua afeição pura e honesta para com a vida da planta, que ela vê, como tendo qualidades físicas humanas.


Este trabalho é o efeito dos meus muitos sonhos - representa a nossa medula espinhal floral com um centro em forma de coração, que é o chefe de uma flor que está olhando para nós... Não é só o movimento e quietude da Natureza que represento, mas tudo que está suspenso no vasto espaço branco dos sonhos.


A artista evoca graciosamente as qualidades de um conto de fadas, agradável na superfície, mas profundo com relação à mensagem que ela tenta transmitir sobre o mundo Natural. Com a ajuda de relação e compreensão com o mundo das plantas, mais a sensibilidade e o talento artístico de Bozka, nós espectadores, temos a emocionante oportunidade para ver a Natureza como nunca vimos antes.











Com forma e estilo únicos, o trabalho de Bozka, ilustrações e pop-ups, é uma verdadeira caixa de surpresas que quando aberta, surpreende com uma explosão de cores e níveis técnicos onde cada detalhe é minuciosamente tecido à mão, por quem enxerga a Natureza com uma lente de aumento singular e sutil que transcende o óbvio. Assim, ela ilumina muitas histórias com beleza "pura", leve e feliz...

Abraços,
Sejamos Felizes!

"Felicidade é enxergar magia aonde todos veem algo comum. É transcender o óbvio. Se sentir feliz sem precisar de grandes acontecimentos. Acreditar enquanto a maioria duvida. Ver a vida com olhos de criança e perceber detalhes com a alma e o coracão. Se alegrar com sorrisos e olhares. Não perder a fé e a esperança. Espalhar amor num mundo egoísta,  independente do que receberá em troca. Se importar quando todos desistiram. Reconhecer cada gesto e agradecer cada delicadeza. Perdoar infinitas vezes, não guardar mágoas e ir colorindo a vida mesmo que a realidade seja preta e branca." (Andresa M Vicentini)



Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!



Fonte: mymodermet, Bozka illuntration.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)