Casa perfumada com pot-pourri

terça-feira, agosto 12, 2014

Como já sabemos, existe um lastro profundo entre o olfato e o afeto, então, ao perfumarmos nossa casa, criamos uma atmosfera reconfortante, como um gesto de carinho para conosco e com os outros...


Ter uma casa perfumada é também uma maneira de desfrutar coisas simples e boas da vida. E quem não gosta de entrar em um ambiente perfumado? Uma casa perfumada é um convite ao aconchego, é como sentir um afago carinhoso, através dos nossos sentidos a começar pelo olfato que tem um vinculo muito forte com nossa memória. Por isso determinados cheiros nos trazem lembranças de vários lugares.

Há muitas formas para deixarmos nossa casa perfumada, mas eu vou abordar nesse post, o uso do pot-pourri, um purificador natural, que serve para perfumar os ambientes com aromas frescos e naturais. Produzido com flores secas, sementes, folhas, ervas, etc. ele pode ser acondicionado em diversos recipientes que permitam varias possibilidade de utilização como em armários, gavetas, sapateiras, e ambientes internos como sala, quartos e banheiros. Os muitos usos do pot-pourri incluem mascarar o cheiro de naftalina em armários e dissuadir os insetos, pode ser usado em cinzeiros de carros e em recheios de bichos de pelúcia e almofadas...


Algumas curiosidades sobre o surgimento do pot-pourri:


Muito antes de químicas modernas e purificadores elétricos, buquês de ervas aromáticas, especiarias e flores secas eram utilizados para revitalizar o ambiente doméstico. A civilização romana, provavelmente, foi a que mais difundiu o uso de ambientes perfumados, pois apreciavam muito os banhos aromáticos, tanto que faziam desse ritual um espetáculo em casas de banhos elaboradas onde as pessoas contavam também com óleos aromáticos para massagens corporais, capilares e barbas.

O principal ingrediente de um pot-pourri são as pétalas de rosas. As rosas são uma das poucas flores que mantém a maior parte de sua fragrância depois de serem secas. As pétalas das espécies de sores vermelhas, rosas e damascos, são maravilhosas porque contêm um odor ricamente perfumado que tende a estar ausentes em híbridos modernos. Além da variedade de rosas gálicas que mantém tanto a cor quanto o aroma em suas pétalas depois de secas.


Na Idade Média, na Europa o banho tornou-se raro. Além das casas não possuírem nenhum encanamento, o ato de banhar-se foi condenado como imoral pelas autoridades religiosas. A ventilação em prédios e casas era praticamente inexistente. Então, para combater odores em ambientes confinados como salões de castelos por exemplo, as ervas aromáticas eram distribuídas pelo chão para que, ao serem pisoteadas, liberassem fragrâncias que deixavam os ambientes com odores frescos e leves. buques com essas ervas também eram distribuídos nos aposentos femininos para aromatizá-los.

Durante os tempos dos primeiros colonos nos Estados Unidos, os pot-pourris eram usados nos quartos como objetos de decoração em belas embalagens de vidro, potes artesanais, caixas de madeira esculpidas ou simplesmente dispostos em pratos de cerâmica para que a mistura pudesse ser vista enquanto enchia o ar de perfume.


Antes dos dias de naftalina e dos repelentes de insetos, ervanários eram compostos com misturas de ervas que repeliam insetos e mariposas. A partir daí muitas descobertas de determinadas misturas de ervas, especiarias e flores secas e envelhecidas, aliadas a óleos perfumados foram distribuídas em diversos recipientes para as mais variadas utilizações e propósitos como desencorajar odores de mofo em gavetas e armários, absorver odores na cozinha e banheiros, incentivar o sono etc.

Existem muitos aromas e óleos diferente que podem ser utilizados em um arranjo de pot-pourri. Se você tem conhecimento em aromaterapia, você pode utiliza-lo para selecionar aromas que criem um determinado estado de espírito ou atmosfera em um ambiente.


Os melhores perfumes para se usar são os florais que incluem rosa, lavanda, violeta e cravos. Especiarias como noz moscada, canela, alecrim, tomilho, sálvia, etc, também podem ser utilizadas em composições de pot-pourris, assim como casca de limão e tangerina, fatias secas de limão e laranja, para aromas com um toque mais cítrico.

Mas um pot-pourri não é composto só de aromas, mas também de formas, cores e texturas que podem ser obtidas através de diversos materiais como agulhas de pinheiro, bolas de pinhas, conchas, aparas de madeiras coloridas, sementes, pétalas de flores coloridas, folhas secas em diversos tamanhos e formatos, etc, para deixá-lo com uma aparência esteticamente agradável.


Receita básica de pot-pourri


Material:

  • Use um recipiente que possa ser fechado hermeticamente (o pot-pourri deve preenchê-lo apenas pela metade);
  • 1/4 (xícara de chá) de pétalas de rosas secas;
  • 2/3 (xícara de chá) de pétalas de outras flores perfumadas sortidas;
  • 3 colheres de sopa de especiarias trituradas, ex.: cravo e canela;
  • 3 colheres de sopa de ervas aromáticas esmagadas, ex.: alecrim, loro, etc.
  • 10 gotas de óleo aromático, ex.: rosa, lavanda, jasmim, patchouli, etc.

Preparo:

  • Para secar as pétalas das flores: Solte delicadamente as pétalas, distribua-as sobre um prato forrado com papel toalha, e leve ao micro ondas por 60 segundos. Verifique se estão bem secas e endurecidas ou se precisam de mais alguns segundos para ficarem assim. Após esse processo, distribua as pétalas em uma bandeja e deixe em local seco e arejado por 48 horas antes de utiliza-las para fazer o pot-pourri.
  • Misture com cuidado as pétalas das flores secas em um recipiente grande adicionando delicadamente o pó de raíz de lírio, as especiarias e as ervas aromáticas. 
  • Depois de bem misturado, deposite a mistura no recipiente que ela será acondicionada, aplique por último, o óleo aromático por cima da mistura e feche bem o recipiente. 
  • Esse recipiente deverá ser guardado em um local seco e escuro por seis semanas para permitir que os aromas se integrem formando uma só frangrância. 
  • Agite essa mistura a cada três dias, virando o recipiente de um lado para o outro delicadamente. 


Seu pot-pourri está pronto. Basta dividí-lo nos recipientes da sua escolha, fazer sachês, forrar almofadas, enfim utilizá-lo da forma que você desejar nas mais diversas combinações.

Abraços,
Sejamos Felizes!

Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Imagens: Web.

Leia também!

1 comentários

  1. Adorei tudo que li. Parabéns pelo seu lindo trabalho.

    Elsie Cappellano

    ResponderExcluir

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)