Mentha sabor Hortelã

quarta-feira, maio 21, 2014




Menta e Hortelã são nomes populares usados para designar espécies que pertencem a um mesmo gênero botânico chamado Mentha. Essas duas plantas, embora muito próximas em características e sabores, são espécies diferentes. Mas, como são bem parecidas, costumam variar entre os dois nomes, fazendo com que tudo vire Menta ou Hortelã.

Aqui no Brasil, as espécies da Mentha piperita, são reconhecidas como Hortelã, enquanto as espécies da Mentha spicata, é reconhecida como Menta. Mas, ao redor do mundo existem entre 25 e 30 espécies naturais destes gêneros, além das tantas outras espécies híbridas criadas pelo homem.

Os produtos que contém Mentha em sua composição, são facilmente reconhecidos pela refrescância que produzem no nosso paladar. E o curioso é que esses produtos são capazes de gelar a boca mesmo estando em temperatura ambiente. Isso ocorre porque a sensação de frescor não está relacionada com a temperatura, e sim, com a composição. O mentol que está presente nos alimentos e produtos sabor menta ou hortelã, tem a capacidade de estimular os chamados nervos do frio. Assim, quando colocamos um destes alimentos em nossa boca, nosso paladar envia uma mensagem para o cérebro que desencadeia o estímulo deste sistema nervoso que produz a sensação de refrescância.

A Mentha piperita, reconhecida como Hortelã, possui folhas pontiagudas, compridas e estreitas. Com seu sabor ardido, é muito utilizada para aromatizar pasta de dente, balas, chicletes, etc. além do uso fitoterápico.

Mentha piperita

A Mentha spicata, reconhecida como Menta, possui folhas mais largas, é muito utilizada para temperos e possui sabor mais suave.

Mentha spicata.

As folhas das Menthas, estimulam o aparelho digestivo, são antisépticas e anestésicas, aliviam dores de cabeça e podem ser utilizadas como vermífugos, expectorantes, e para curar gripes, resfriados, sinusite, cólicas e gases. Podem ainda, aliviar picadas de insetos, afastar pulgões das plantações e ratos de dispensas e galpões, caso as folhas sejam espalhadas nos ambientes. Além disso a Mentha piperita tem a propriedade de clarear os dentes e a pele, sendo muito usada em loções, pastas de dente, enxaguantes bucais, etc.


Uma Erva versátil, a Mentha possui sabor agradável, aroma distinto, qualidades medicinais entre outras propriedade que fazem com que ela se destaque no reino das ervas. Tanto a Mentha piperita, quanto a spicata, são ricas em minerais essenciais e vitaminas que aumentam a resistência do corpo. A maior abundância é de vitamina C e betacaroteno que livram nosso organismo de radicais livres. Uma xícara de chá após as reifeições, melhora o processo digestivo, além de ser um excelente calmante natural.

Existem várias formas de se utilizar o hortelã no dia a dia:


Chá de hortelã é bom para estômagos enjoados e ajuda na digestão. Basta colocar algumas folhas numa xícara, cobri-las com água fervente e deixar em infusão por alguns minutos.


Água Spa - água com hortelã: Sabemos que beber água é essencial para nossa saúde e bem estar. Mas para muitos a água potável tem um sabor muito brando e enfadonho. Adicionar um sabor de hortelã na água é uma boa saída bem fácil para conferir à água uma leve refrescância através de um sabor suave. Basta adicionar algumas folhas de hortelã numa jarra com água fresca.


Outro uso importante da Mentha/Hortelã é em formato de óleo, para fazê-lo pegue um punhado de folhas e flores de hortelã, amasse tudo coloque num recipiente cobrindo com azeite e vedando bem, deixando essa mistura descansar por cinco dias. Após este tempo o óleo estará pronto para usar. Este óleo medicinal pode ser utilizado no tratamento de áreas que sofreram alguma pancada apresentando inchaço ou hematoma, e em pessoas resfriadas aplicado através de massagem no peito, nas costas e área da garganta.

Entenda mais sobre a versatilidade, cultivo, tipos e usos desta erva AQUI.


Na minha horta essa erva não pode faltar. E é muito fácil tê-la a mão, basta plantá-la num vaso ou jardineira, em local que proporcione sol pelo menos em uma parte do dia, regar para manter a umidade da terra sem encharcar e de vez em quando dar uma adubadinha. No mais é usufruir nas diversas possibilidades que ela oferece e ser feliz!

Abraços,
Sejamos felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Fontes: Revista mundo estranho; diario de biologia.com; imagens: web.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)