Cogumelos Mágicos

terça-feira, maio 27, 2014


Os cogumelos mágicos que me refiro, não são aqueles que provocam alucinações, e sim aqueles que causam admiração, através das suas formas destacadas com a sensibilidade de um olhar, e um pouco de tecnologia, que veremos a seguir através do trabalho de Steve Axford, um apaixonado pelo mundo dos fungos, que compartilha com o seu trabalho fotográfico. Mas antes, segue um pouquinho de informação sobre os cogumelos para temperar sua apreciação com relação ao trabalho de Axford.


Classificados entre o reino vegetal e o reino animal, os cogumelos têm seus corpos formados por muita água. A estrutura de um cogumelo é formada por  90% água. Fora a água, um cogumelo é formado também por filamentos, cujas membranas contém quitina e celulose. Como a quitina não pertence ao reino vegetal, pois é um componente que existe na pele humana e nos insetos, faz com que o cogumelo seja considerado um caso a parte da Natureza: nem vegetal, nem animal. Na verdade são fungos que se transformaram em frutos.

Os cogumelos possuem uma importância bastante significativa como componentes do ecossistema por serem atuantes nos processos de equilibrio florestal, através da manutenção e ciclagem de nutrientes da Natureza. Fato este, reconhecido desde a antiguidade, e cada vez mais confirmado com o passar do tempo, indicam os cogumelos como elementos fundamentais na eliminação de resíduos, decompondo a matéria morta e reincorporando-a no ciclo da vida. São os cogumelos com exceção de algumas bactérias, os únicos seres a conseguirem esse feito. Particularidade que contribuiu para a escolha do nome: "Fungos Recicladores", dado por Steve Axford, para a sua série de fotografias mais famosa.


A ocorrência de fungos surge em diversos habitas, mas são encontrados com maior frequência e diversidade, nos ambientes de florestas. É por estes ambiente que o fotógrafo aposentado australiano, Steve Axford, explora o micro mundo dos fungos através da sua  lente macro. Vivendo na área de Northern Rivers, Steve dedica seu tempo em viagens atrás de imagens de animais cativantes, plantas raras e até mesmo pessoas que vivem em lugares remotos. Sua mais recente série de fotografias, denominada por ele: "Fungos Recicladores", revela a diversidade espantosa desses organismos mágicos, e nos lembra que nada neste planeta existe isoladamente, pois tudo está interligado.


Steve Axford, vive na Autrália em Nova Gales do Sul, mas sua fotografia o tornou conhecido em todo o mundo. Muitas das fotos da série Fungos Recicladores, incluem algumas espécies raras que nunca foram documentadas na Austrália antes.


Axford conseguiu fotos incríveis ao capturar diferentes formas desses organismos, transformando-as em encantadoras imagens que revelam tamanhos, cores, texturas e cores, assim como a delicada transparência e brilhos perceptíveis no escuro.


Suas fotos captam a atenção ao possibilitarem um olhar mais atento ao mundo dos fungos com destaque para os intrincados detalhes e interações entre diferentes formas de vida, que de outra forma se perderiam. Para Axford:

Nada existe isoladamente, quanto mais você olha, mais você encontra. Curiosamente, isso se encaixa com o que eu costumava trabalhar como designer e gerente de grandes sistemas de computadores. Embora o mundo é um tanto mais complexo do que qualquer sistema de computador feito pelo homem, as regras aprendidas com um, podem ser aplicadas no outro.








É indiscutível a beleza existente em cada elemento que compõe a Natureza que nos abriga, alimenta e nos ensina. Mas, belezas a parte, é importante destacar que embora utilizados desde tempos primitivos, os cogumelos podem revelar seu lado sinistro nas espécies que são venenosas e nas espécies que são alucinógenas. Embora a grande maioria seja comestível, apenas cerca de 20 variedades são saborosas. Fica então o alerta: não é recomendável se aventurar a colher cogumelos pela Natureza, tanto os chamados selvagens quanto os chamados silvestres, a não ser que você seja um especialista no assunto... Mas, nada impede de fotografá-los, sem retirá-los de seu habitat.

Abraços,
Sejamos Felizes!

Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Fontes: my modern met; hypescience.com; rev.superinteressante. Fotos: Steve Axford.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)