Arquitetando ao redor de uma Árvore

quinta-feira, maio 22, 2014


Pense em como pode ser bom poder construir algo que não existe. E quão melhor ainda, deve ser a sensação de construir algo que além de cumprir sua função, agregue valores essenciais à vida humana. Estou falando da Arquitetura que além do seu lado técnico, é considerada uma ciência social aplicada, e também considerada como uma das "Belas Artes", pois tem o diferencial de integrar o conhecimento técnico com as áreas de humanidades. E sob este enfoque, compartilho neste post, um projeto arquitetônico que através de uma solução simples, criou um espaço de aventura, diversão e aprendizagem para crianças em fase de aprendizagem pré-escolar.


A arquitetura deste projeto é uma homenagem a uma árvore mítica no Japão. A estrutura criada com simplicidade, se desenvolve como um anel em torno de uma árvore Zelkova com mais de meio século de idade, numa forma cilíndrica feita em madeira e vidro, que traz a natureza para o centro da edificação, através de uma proposta humanista que favorece o convívio de crianças em fase escolar com a natureza circundante.


Denominado como "Ring Around a Tree" o projeto do escritório Tekuza Architects, no Japão, anexou um novo corpo ao Jardim de Infância Fuji, através de uma obra, que com uma solução simples e econômica, é muito representativa para a localidade. O perímetro do edificio cilindrico está alinhado com as salas de aula e espaços de espera, de modo que as crianças em contato com a velha árvore, possam sonhar ao olhar para fora das janelas.


A árvore em si tem uma história inspiradora: foi quase arrancada durante um tufão, mas mesmo com sua estrutura comprometida a ponto de ficar totalmente seca, a árvore se recusou a morrer e voltou, milagrosamente, à vida. Este fato, por ser muito significativo para a população local, tornou a árvore renascida, na favorita das crianças para suas escaladas e brincadeiras, muito antes da escola ser construída.


Com base neste fato, o  projeto privilegiou a árvore Zelkova, de forma que ela continua a ser o local favorito das crianças para suas escaladas e brincadeiras, só que agora, equipada com cordas de escalada e redes para os alunos brincarem depois das aulas e durante o recesso escolar. No centro do espaço a árvore Zelkova se destaca ao ser circundada com uma estrutura que permite, além da diversão, outros usos em ambientes protegidos contra as intempéries.





Construído entre o prédio principal existente e a rua, a nova construção criou espaços lúdicos para jogos, ensino de língua estrangeira, além de fornecer áreas cobertas para a espera do ônibus escolar. E como espaços preferidos para o ensino de crianças na fase pré escolar, devem evitar a clássica dinâmica de palestras frontais, o corpo diretivo da escola solicitou que os ambientes criados em torno da árvore, fossem desprovidos de mobiliários, para dar mais liberdade às crianças e possibilitar várias formas de movimento em torno dos espaços através das mais variadas propostas de aprendizagem.


Sem dúvida alguma, o projeto "Ring Around a Tree", cumpre muito bem sua função ao atender as necessidades de seus usuários, além de agregar um destaque especial à árvore Zelkova, quando faz dela o centro de um local de aprendizagem, que integrado ao meio natural, possibilita  que os pequenos aprendizes vivenciem uma aventura singular.

Não podemos desconsiderar que os costumes são diferentes entre os povos. A cultura, o meio, a economia, etc, influenciam diretamente na forma como as pessoas lidam com os espaços. Mas existem boas idéias que em muitos aspectos podem ser aplicadas em qualquer lugar do mundo.


Abraços,
Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Fontes: inhabitat; Tekuza Architects; Imagens: web.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)