Orquídoidera...

quarta-feira, abril 16, 2014




A beleza das Orquídeas exerce um fascínio singular em muitos de nós. Talvez seja a flor mais apreciada dentre todas as flores e, por isso, conquistou milhares de aficcionados por cultivo de flores, colecionadores e jardinistas em todos os cantos do mundo. Tem até quem se diga ser "Orquídoido" como o cantor Lenine que se auto intitulou assim, por ser muito apaixonado por estas flores. A prova de tanta paixão o levou a cultivar mais de seiscentas espécies brasileiras, além de batizar um CD com o nome "Labiata", em referência a espécie Cattleya labiata que possui flores grandes perfumadas e coloridas.

Ligar-se a uma pessoa superior é como entrar em um Jardim de Orquídeas.

Confúcio


Realmente essas flores possuem uma beleza de "endoidecer" e tantas e variadas formas que dificilmente podem desagradar mesmo aqueles que não se interessam muito pelo assunto.


Flor sagrada para muitos povos a Orquídea simboliza a beleza, a coragem, o amor e a graciosidade feminina. Ela nasce onde nenhuma outra flor brota, no pico de uma rocha, em grandes altitudes, ou numa árvore isolada. Contudo, o que mais fascina os botânicos é a sua longevidade e resistência.


Perante uma tempestade tropical é a única flor que se mantém indeterminadamente fresca. E o seu segredo está guardado na força das suas raízes, que lhe permite preservar a composição original das suas células que, inalteradas, mantêm ao longo do tempo, o funcionamento perfeito, fundamental a sua sobrevivência e beleza. Estas propriedades de vida, longevidade, crescimento e esplendor, só a Orquídea possui.


Curiosidades:


As Orquídeas pertencem à família das Orchidaceaes, considerada por alguns autores como a maior de todas as famílias botânicas, com números de espécies entre 25000 e 40000. Esses imponentes números não consideram a enorme quantidade de híbridos e variedades produzidas por orquidicultores todos os anos, ou seja, a coisa vai longe...


As orquídeas reproduzem-se e crescem em diversos ecosistemas, sendo encontradas em florestas, campos, cerrados, e até mesmo às margens de desertos. São equivocadamente consideradas como parasitas, quando na verdade, são espécies epífitas, ou seja, vivem sobre outras plantas sem causar danos ao hospedeiro. Embora possam parecer frágeis, as orquídeas, são muito resistentes e evoluíram para viver em vários habitats com exceção da água e no meio de desertos. São encontradas em todos os continentes, com exceção da Antártica.


  • Os antigos chineses foram um dos primeiros povos a utilizar orquídeas na medicina. Para eles, essas flores eram consideradas as mais nobres dentre todas as plantas, tanto que atribuíam ao seu perfume, virtude da sabedoria.


  • Tupãipe é o nome dado pelos indios Tupis à orquídea e significa "Dádiva de Deus" ou "Presente do céu".


  • A Baunilha é originada de uma orquídea comestível, a Vanilla, um raro exemplo de orquídea utilizada como alimento. As sementes e a polpa encontradas nas bagas da orquídea do gênero Vanilla, são usadas para a produção do extrato de Baunilha, sendo a maior parte produzida na ilha de Madagascar. A ilha exporta milhões de toneladas destinadas à Coca-Cola, empresa de refrigerantes que é a maior consumidora no mundo do extrato de Baunilha.


  • O Brasil é um dos países mais ricos em espécies de orquídeas, comparável somente à Colômbia e ao Equador.

Se você gosta dessas flores, vai gostar do Livro Orquídeas do Brasil (Orchidis of Brazil) - Oncidiinae I - Lançado pela Associação Orquidófila Piracicabana - (ORQUIPIRA) é fruto do trabalho de alguns dos maiores estudiosos da orquidofilia mundial, o livro tem como autores: Dalton Holland Baptista, Patricia A. Harding e Américo Docha Neto. Este é o primeiro de uma série de livros que pretende esclarecer cada uma das espécies de Orquídeas do Brasil, não existindo trabalho similar desde a década de 1970. Saiba mais AQUI.

Orquídeas + Orquídeas



As fotos deste post, foram tiradas no último sábado 12/04, na 15aº Exposição Nacional de Orquídeas que aconteceu em Vinhedo no interior paulista. Tinha muitas flores da família das Orquídeas por lá, e só para dar um gostinho, selecionei algumas das mais diferentes para sua apreciação, pois não daria mesmo para colocar todas num único post (rs...).
























Dá ou não dá para virar um "Orquidoido"?

Orquídeas são lindas demais, sua beleza delicada e ao mesmo tempo exótica, aliada a facilidade de manutenção, fazem com que elas sejam uma escolha acertada, para presentear com elegância pessoas de diferentes gostos e personalidade. E nem preciso dizer o quanto é prazeroso te-las na decoração de qualquer canto da casa.

Comprou ou ganhou uma Orquídea e não sabe como cuidar? Não se preocupe, pois cuidar delas é muito fácil e as dicas básicas são:

  • Evitar excesso de regas elas não gostam de água, então fique de olho para não deixar acumular água no pratinho sob o vaso, pois o excesso de umidade apodrece suas raízes.
  • Como toda flor, ela gosta de Luz, portanto mantenha-as perto de janelas bem iluminadas em ambientes internos. Já nos ambientes externos, mantenha suas orquídeas em áreas sombreadas, porém bem iluminadas para que recebam indiretamente a luz do sol.

Gosto das cores, das flores, das estrelas, do verde das árvores, gosto de observar.
A beleza da vida se esconde por ali, e por mais uma infinidade de lugares, basta saber, e principalmente, basta querer enxergar.

(Clarice Lispector)

Beijo no Coração,
Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)