O Jardim mais bonito do mundo em 2013!

sexta-feira, abril 04, 2014




O Jardim considerado uma obra de Arte que foi premiado com o título de Jardim Mais Bonito do Mundo em 2013, através do World Architecture Festival Awards (WAF), é resultado de dezessete anos de trabalho. Mas apesar da longa duração para a conclusão do projeto, durante esse meio tempo o "Australian Garden" foi acumulando desde 1997, vários prêmios que já anunciavam muito dos méritos que o levaram a conquistar o título do Jardim Mais Bonito do Mundo.


O Australian Garden é resultado do trabalho do escritório australiano de Arquitetos Paisagistas Taylor Cullrty Lethlean (TCL), que projetou o Jardim em colaboração com Paul Thompson. Segundo seus realizadores, "o Jardim teve por base nos princípios que foram estabelecidos no projeto, práticas de construção e padrões de recreação comunitária, através de abordagens das questões ambientais e culturais contemporâneas, para trazer um novo tipo de experiência de Jardim para os visitantes."


Situado dentro do complexo do Royal Botanic Gardens, nas imediações de Melbourne, o enorme jardim une horticultura, arquitetura, ecologia e Arte contando com aproximadamente 170.000 plantas e 1700 espécies nativas diversas. A variedade dos componentes e escalas do Australian Garden são um tributo à riqueza natural do país bem como sua cultura, sendo a água um mediador entre os diversos cenários naturais e humanos derivados do Jardim.


Nas palavras do júri que premiou o Australian Garden como o Jardim mais bonito do Mundo em 2013: "O projeto se destacou por sua originalidade e a forte evocação da identidade australiana conquistada sem o uso de símbolos ou palavras, apenas através da exposição da bela flora do interior da Austrália."


Realmente o Jardim Australiano é uma exposição inspiradora e envolvente através da flora australiana, suas paisagens Arte e Arquitetura. Ocupando uma área de quinze hectares, o Australian Garden, acontece a partir de uma paisagens de águas à paisagens áridas existentes no interior da Austrália central, onde são reproduzidos leitos de rios secos e rios exuberantes que correm para as margens do continente.


O local está repleto de destaques e muitas surpresas, e só para mencionar algumas dentre as muitas, os mirantes são sem dúvida, o ponto preferido dos fotógrafos. Existem várias possibilidades de trilhas para caminhadas, além de trilhas para ciclistas. Os locais para descanso e pic-nics possuem estruturas impecáveis que oferecem diversas possibilidades de uso. Ah..., a exposição das coleções de plantas são surpreendentes, e tem também o Jardim Sensorial, enfim, são muitas as atrações que fazem justiça ao título conquistado.
Confira mais AQUI.

Abraços,
Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!


Imagens: Web.

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)