Ecocidades para um futuro mais verde

quinta-feira, março 06, 2014


Você consegue se imaginar vivendo numa cidade planejada para oferecer qualidade de vida que contemple muitos espaços verdes com parques e jardins para a população, eficientes sistemas de coleta e reciclagem de resíduos, com índices de poluição inexistentes, transportes públicos de qualidade, igualdade social e ofertas de trabalhos e serviços de qualidade para toda a população? Como o mundo seria maravilhoso se as cidades fossem assim.

Por mais utópico que possa parecer, o conceito acima abarca alguns princípios dos projetos para as "ecocidades", e não duvidem, já existem muitos lugares no mundo provando que é possível construir esse mundo maravilhoso na realidade.

Eco cidades são cidades que iniciaram projetos com objetivo de diminuir os impactos sobre o meio ambiente incentivando ações que apliquem valores ecológicos aos modelos de desenvolvimento econômico e social. Essas ações incluem a ocupação e uso inteligentes nos espaços privados e públicos, se preocupa com a circulação de veículos e pessoas, além de buscar equilíbrio entre economia, meio ambiente e sociedade. Tarefas que não são fáceis, mas que também não são impossíveis, é o que mostram os exemplos nas diversas iniciativas em cidades de vários países.

Muitas cidades do mundo já desenvolvem projetos direcionados a melhorar a qualidade de vida de seus habitantes diminuindo os impactos ao meio ambiente adotando práticas que têm dado resultados muito eficientes.


Alguns bons exemplos:



Copenhague, na Dinamarca, oferece aos seus moradores uma excepcional infra estrutura para a utilização de bicicletas como principal meio de transporte, além da construção de inúmeros parques dentro dos espaços urbanos. Barcelona, na Espanha, tem trabalhado muito no projeto de Mobilidade Urbana que quer diminuir, no prazo de cinco anos, 30% da circulação de automóveis particulares. Para isso não apostam nas proibições, e sim nos incentivos ao uso do transporte público e nas facilidades para pedestres e ciclistas. O projeto busca aumentar a eficiência de uma mobilidade urbana que, por sua vez, contribua com a segurança e a melhoria do meio ambiente.


Vancouver no Canadá, que, com mais de 200 parques urbanos, é considerada como a cidade da América do Norte com a menor pegada de CO2. No Brasil, um exemplo de cidade que se encaixa neste perfil é Curitiba, cujo sistema de transporte público é referência para muitas outras cidades ao redor do mundo. O sistema de transporte em Curitiba é considerado eficiente por ser utilizado por 70% da população, e dentro das consideradas metrópoles "verdes", Curitiba só perde para Copenhague no índice de menor emissão de dióxido de carbono per capita e para Vancouver no quesito produção de energia renovável.

Quando abrimos os olhos, abrem-se as janelas do corpo e o mundo inteiro aparece refletido dentro da gente.

Curitiba possui ainda um bom programa de conservação da biodiversidade e reflorestamento de espécies nativas e tem uma área verde de 51m2 por habitante. A coleta seletiva em Curitiba também é um exemplo a ser seguido: mais de 90% da população participa, reciclando dois terços do lixo da cidade.


Exemplos como estes nos levam a refletir sobre a realidade das cidades em que vivemos e perceber que é possível mudar cenários que não contribuem para uma melhor qualidade de vida. Talvez você esteja pensando também que é preciso vontade política dos nossos governantes e investimentos para tais iniciativas, o que concordo plenamente. Mas enquanto isso não acontece, podemos dar uma "forcinha" para contribuir para um mundo melhor, a partir do nosso próprio universo particular, afinal em nossas moradias somos parte integrante deste mundo.

E nesse sentido, qualquer um pode contribuir por meio de hábitos simples, que aplicados no dia-a-dia farão uma enorme diferença. Economizar água e energia, reduzir o lixo, usar menos o carro são algumas maneiras eficazes de diminuir nosso impacto no mundo sem mudar radicalmente nossas rotinas além de agregarmos mais qualidade de vida à nossa existência.


O conhecimento nos dá meios para viver, mas a sabedoria nos dá razões pelas quais vive".

Rubem Alves

Abraços,
Sejamos Felizes!


Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!


Imagens: web

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)