Árvores que quero sempre Verdes!

segunda-feira, novembro 18, 2013



O livro "Du bom usage des arbes" (Do bom uso das árvores) ainda sem tradução para o português, do Botânico francês Francis Hallé, pretende destacar a importância das árvores para todo o planeta. Feito para sensibilizar planejadores urbanos e políticos para que promovam ações eficazes de preservação, a publicação estima que metade das florestas do mundo foi extinta no séc.XX. Só entre 2000 e 2005, calcula-se que foram derrubados cerca de 20 mil hectares de florestas por dia.


Cultivei a semente da árvore também para os passarinhos, sem saber se vinham. Mesmo que não viessem, só de aguardá-los, eles já cantavam no meu coração...

Ana Jácomo - Via-que-seja-leve

As árvores têm simbolismo complexo e em muitos aspectos, universal. As árvores decíduas que perdem as folhas sazonalmente, são o simbolo supremo de ciclo de crescimento, decadência e regeneração, mas tanto as decíduas como as perenes, que nunca perdem folhas, simbolizam o vigor, a constância, a fortaleza e a longevidade. Com raízes em baixo da terra e galhos ao ar, as árvores são consideradas pontes entre o mundo inferior, a terra e o céu.

Para alguns povos sul-americanos, a humanidade nasceu no mundo inferior e emergiu da copa de uma árvore. A árvore conecta os quatro elementos, se alimenta da terra e do ar, possui água seu interior (seiva) e abastece o fogo. As árvores são para a Natureza, meio ambiente e humanidade extremamente importantes, e sobre esta importância muito já se falou, tanto que todo comentário a respeito torna-se redundante, mas não o suficiente para sensibilizar os seres humanos que mais precisam delas e nem por isso deixam de destruí-las. E, nesse sentido trago para este post um artigo sobre um trabalho do Botânico Francis Hallé, cujo objetivo é "cutucar" o poder público para menos destruição e mais preservação das nossas árvores e florestas. Leia abaixo.



Alguns dados do livro, como o funcionamento das árvores e os serviços inestimáveis que prestam à humanidade foram comentados pelo jornal britânico The Guardian, veja abaixo:

  • Antipoluição - Já no ensino Fundamental, aprendemos que as árvores absorvem dióxido de carbono, mas o que muita gente não sabe é que elas também absorvem do ar poluentes pesados como chumbo, manganês, fuligem e óxido nitroso. Estes tóxicos ficam armazenados na madeira da árvore e quando mais velha ela for, mais absorverá.
  • Longevidade - enquanto os humanos vivem um século, no máximo, algumas árvores são "praticamente imortais". Isto acontece com uma espécie chamada Sicômoro, se não sucumbir a acidentes, doenças ou à ação humana.
  • Auto-suficientes - Elas cuidam de si próprias e não precisam de muito para sobreviver, apenas de ar, luminosidade e sais minerais. É que s árvores têm seu próprio mecanismo de defesa e criam substâncias químicas para afugentar seus inimigos como ratos e insetos. Algumas delas também são usadas como medicamentos como o taxol usado no combate do câncer. Outro funcionamento particular das árvores é a reprodução realizada por suas próprias sementes.
  • Extensas - Uma árvore de 15 metros de altura pode chegar a até 200 hectares, se for somada toda a sua superfície ativa. Isto porque a árvore toda respira, ambos os lados das folhas, o tronco, galhos, raízes e filamentos.
  • Servem de Lar para outra espécies -  as raízes das árvores geralmente são mais compridas que seus ramos e abrigam fungos, líquens, outras plantas, insetos, vermes e até mamíferos.
  • Tranquilizantes - Já experimentou abraçar uma árvore? De acordo com o Botânico, o movimento das folhas das árvores, principalmente certas espécies de coníferas, liberam íons negativos que têm efeitos benéficos sobre a saúde e o humor das pessoas.
  • Urbanas - Embora as árvores remetem a uma atmosfera bucólica e distante dos grandes centros urbanos, a presença delas nas cidades torna o ar mais agradável e fresco. Além da sombra, as árvores também contribuem com a preservação do solo, prevenção de enchentes e produção de frutos comestíveis.

Uma última observação do livro: um antigo ditado diz que as pessoas precisam plantar ao menos uma árvore em vida, mas isto pode não ser suficiente. Calcula-se que seria preciso dez árvores para criar oxigênio suficiente para uma pessoa respirar durante um ano.

fonte: Este artigo foi publicado originalmente no site EcoD.


Você já pensou no mundo sem árvores? Eu não quero nem pensar... Já plantei algumas dezenas por aí e ainda quero plantar muito mais. Se você não sabe como, existem vários projetos que orientam e motivam esta prática, e acredite, faz bem para "Todo o Mundo". Saiba mais:

www.plantearvore.com.br
www.plantearvore.org.br
www.clikarvore.com.br
www.planteumaarvore.org
www.plantarumaarvore.org

Abraços desejosos de que você abrace, adote, plante, proteja, usufrua das árvores e Seja Feliz!

Imagens: web/google


Lembrou de alguém que gostaria do post?
Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)