Jardim Venenoso

segunda-feira, setembro 23, 2013

Jardim venenoso

Nem só de beleza inofensiva vive a Natureza. Existem muitas plantas venenosas que podem ocasionar muitos males e até matar. Existe também quem aprecie tais plantas tanto na forma quanto nas propriedades peculiares de cada uma. E, para isso, existe um Jardim construído apenas com plantas venenosas. Esse Jardim é o "The Poison Garden" - " O Jardim Venenoso"- que tornou-se ponto turístico por abrigar mais de 100 espécies das plantas mais venenosas do mundo, plantas que possuem inclusive propriedades letais.


Já de cara os visitantes se deparam com um portão preto com a imagem de uma caveira atravessada por ossos com o aviso, que é mais um alerta: " Estas plantas podem matar". E o aviso não é  de brincadeira, é para ser levado a sério, tanto que se repete em vários outros pontos do Jardim.


Instalado dentro do Parque de Alnwick,um complexo de Jardins cultivados nos arredores do castelo Alnwick, norte da Inglaterra, em Northumberland, o Poison Garden, foi concebido por Helen Percy, duquesa de Northumberland, que recebeu uma licença especial do governo britânico para cultivar e expor muitas espécies de plantas perigosas e até proibidas.

Helen Percy justifica sua iniciativa com a seguinte explicação:

Eu sempre me perguntava por que tantos Jardins ao redor do mundo dedicam-se apenas em focar o poder de cura das plantas ao invés de sua capacidade de matar... eu sentia que a maioria das crianças estaria mais interessada em saber como uma planta pode matar, quanto tempo você levaria para morrer se a comeu e o quanto horrível e dolorosa a morte poderia ser...

Enfim, apesar da justificativa parecer um tanto mórbida, sua iniciativa não deixa de ter um caráter "educativo".

E no sentido educativo, o The Poison Garden foi cenário real da "Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts" (fictícia) nos primeiros filmes da série milionária "Harry Potter", onde os personagens principais recebiam suas aulas sobre as características das plantas venenosas e como utilizá-las em magias.


As visitas ao Jardim Venenoso são monitoradas por guias que explicam a natureza mortal de diversas plantas, sempre alentando aos visitantes para que não toquem em nenhuma das plantas nem respirem perto delas, querendo sentir seus perfumes, pois muitas são tóxicas e podem causar diversos males. As plantas mais perigosas ficam expostas em espaços fechados cercados por grandes gaiolas de ferro. Nas visitas monitoradas os guias também compartilham contos de plantas mortais. Mitos e lendas são desvendados, juntamente com fatos históricos e científicos.

Através da história tomamos conhecimento do poder letal de plantas venenosas, sendo talvez uma das mais famosas a "cicuta" que foi usada na execução do filósofo Sócrates, planta esta, que é plantada nos limites do Poison Garden. Há também a beladona, a mandrágora, noz-vômica (de onde se extrai a estricnina) e plantas geradoras de drogas como a maconha, o ópio e a cocaína, dentre outras cujas propriedades são de uso medicinal como a mamona que produz o famoso óleo de rícino usado como medicamento há séculos, mas que também tem a propriedade de levar à morte através de uma única semente pois contém uma substância chamada "ricina" que provoca vômitos, convulsões entre outros males.


Pensar num Jardim Venenoso pode até parecer estranho, mas após conhecer o Poison Garden, podemos compreender melhor o objetivo do projeto: "educar". Afinal a visita possibilita a aproximação das pessoas com as plantas movidas pela curiosidade que acaba favorecendo o resgate de um conhecimento tão comum em séculos passados. E, este conhecimento  elucida que dependendo da aplicação, as plantas podem matar ou salvar vidas.

Além de ser um bom motivo para possibilitar um diálogo mais informal entre pais e filhos sobre os riscos e danos causados pelas drogas. A inspiração da duquesa para a criação deste Jardim surgiu após sua visita ao Jardim Botânico de Pádua na Itália, local criado pela família Médici, que possui uma ala de plantas medicinais e venenosas. Os antigos já sabiam como utilizar as propriedades terapêuticas das plantas como remédios e também seus venenos.

Selecionei abaixo algumas das plantas presentes no Jardim Venenoso, mais comuns aos brasileiros:

A Dedaleira (Digitalis purpurea) regula a atividade cardíaca e também pode causar a morte se ingerida.

Beladona (Atropa belladona) possui uma substância usada até hoje para dilatar a pupila nos tratamentos oculares.

A Giant hogweed (Heracleum mantegazzianum) tem uma seiva que pode ocasionar queimaduras de terceiro grau.

Ricinus communis - Mamona

Conium maculatum - a cicuta é obtida a partir de uma espécie deste gênero botânico.

Além do aspecto curioso e do visual impressionante as espécies cultivadas no Poison Garden trazem uma mensagem implícita que contém um alerta importante: "A mesma planta que cura, também pode matar!" E como já dizia Sócrates: " Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância".

Abraços desejosos de que você nunca se esqueça de ser Feliz!

Felizes são aqueles cujo conhecimento é livre de ilusões e superstições.

Buda

Imagens: web/google e site the poison garden.

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

4 comentários

  1. Dedadeira seria a dedaleira? rs

    Não sabia que ela era tão poderosa!

    Sei que algumas plantas são perigosas para animais domésticos e até pra gente também. Mas não sabia que era a Beladona a usada nos exames de vista. =D

    ResponderExcluir
  2. Ops, já corrigi: Dedaleira, também conhecida como "campainhas" pelo formato de suas flores, é uma planta semi lenhosa, venenosa, nativa da Europa.Quanto a Belladona, é sim muito poderosa, saiba mais aqui: http://www.plantamed.com.br/plantaservas/especies/Atropa_belladonna.htm. Gracias pelo comentário. Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  3. Olá Hanny! A Beladona é mesmo poderosa, saiba mais sobre ela no site: www.plantamed.com.br/plantaservas/epecies/Atropa_beladonna.htm. mas existem muitas outras plantas com propriedades incríveis que estarei abordando em próximas postagens. Obrigada pela visita e um Forte Abraço.

    ResponderExcluir

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)