Como cuidar do jardim no Inverno?

terça-feira, junho 18, 2013



Com a chegada do inverno que vai do dia 21 de junho ao dia 22 de setembro aqui no Brasil, principalmente nas regiões sul, sudeste e centro oeste, onde esta estação do ano apresenta mudanças mais perceptíveis, assim como nós que sofremos com o clima frio, a umidade do ar e o ar seco, as plantas também sentem estas alterações e, por isto, precisam de cuidados especiais durante esta estação do ano.


No inverno não tão rigoroso em nossas regiões,  com um pouco de atenção e cuidado podemos garantir uma estação com flores e frutos nos nossos jardins.

Natureza abençoada, noite, dia ou na alvorada. Seja qual for a estação, nos acolhe em teu seio, somos parte de teu meio, corpo e alma e coração. Nem o frio do inverno, diminui o doce, o terno, carinho da Natureza, que compensa tal rigor nos mostrando com amor este esplendor de beleza! O inverno é um arrebol, é repouso ao pôr do sol, é descanso... é espera... Para a vida eclodir brilhante, e a Natureza, vibrante, na explosão da primavera.

Oriza Martins


A maioria das plantas entram num período de dormência (repouso vegetativo) durante o inverno, que é caracterizada pela desaceleração do metabolismo, ou seja, o desenvolvimento das plantas é bem mais lento, afim de que elas  possam recarregar suas energias para as atividades intensas que terão que desenvolver na primavera. E para que as plantas atravessem este período mantendo a vitalidade, com alguns cuidados simples podemos dar uma mãozinha que com certeza elas agradecerão florindo na primavera.

Cuidados necessários com o jardim no inverno:


  • As regas deverão ser reduzidas pois, devido a pouca evaporação, o excesso de umidade  pode acarretar o apodrecimento de raízes além do aparecimento de fungos. Regue de preferência no período da manhã,  e se o clima estiver úmido, no máximo duas vezes por semana;
  • A retirada de folhas secas afim de deixar os canteiros limpos e arejados também contribui para evitar o aparecimento de fungos;
  • O inverno é o período ideal para cobertura leve dos gramados, porque isso ajuda protegendo-o do frio, mas, principalmente contribui para a reposição de nutrientes e nivelação do solo;
  • Se o inverno for chuvoso é bom observar  se há necessidade de reposição de terra nos canteiros no caso das raízes ficarem expostas. Essa cobertura ou reposição pode ser feita com terra mista com composto orgânico;
  • Para a adubação dê preferência aos adubos orgânicos que são absorvidos lentamente pelo solo evitando erros de dosagens que ocasionam a queimadura das plantas. Os mais recomendados são o húmus de minhoca, torta de mamona e farinha de ossos;
  • Podas - Como as plantas entram num período de dormência durante o inverno, isto é, sua seiva concentra-se nas raízes, o que resulta em um sofrimento menor com as podas e transplantes, este é o melhor período para isso. Mas atenção, nessa época podas só deverão ser feitas em espécies que não estiverem florindo e sempre com o cuidado de usar ferramentas bem afiadas e higienizadas para não machucar os galhos e evitar a entrada de fungos e bactérias. Uma dica é após a poda utilizar uma pasta selante no local que é encontrada em lojas especializadas.

Na dúvida oriente-se com um profissional, não esqueça que jardineiros são sempre Bem Vindos, mas também é saudável e prazeroso aprender com as plantas.

Abraços desejosos de um inverno onde as possibilidades de renovação traga flores e bons frutos na próxima estação...

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)