Prazer em ficar em casa

sexta-feira, abril 12, 2013

Gosto muito da frase do filósofo Gaston Bachelard  em sua obra "A Poética do Espaço"que diz: A casa protege os sonhos do morador, pois a casa é o nosso refúgio  da correria do dia a dia, nosso ninho, porto seguro, nosso canto de aconchego, lugar no mundo. A casa, segundo Bachelard, é vista como o grande berço, o aconchego e proteção desde o nascimento do homem; é o paraíso material, nosso ponto de referência no mundo, como signo de habitação e proteção.


O refugiar-se em seu canto é capaz de despertar imagens maiores, fazendo com que o canto torne-se a casa do ser. E quem é que não gosta de ter um canto para chamar de seu? Um cantinho para ler um livro, ouvir uma música, meditar, receber os amigos ou simplesmente não fazer nada. Eu ainda costumo pensar que enquanto a casa protege meus sonhos, o jardim os inspiram, e, mesmo morando em apartamento, sempre cultivei meu jardim em vasos criando um cantinho só meu com vida, cores, aromas e sabores.

Cuidar de plantas ajuda a relaxar. Aproveite seu espaço para cultivar um mini jardim  com suas espécies favoritas.

Morar em grandes centros urbanos não é  impedimento para criar um cantinho especial com toques de conforto que possibilitam uma pausa no ritmo da rotina acelerada. Os que moram em apartamento que contam com varanda ou em casa que contam com terraço, possuem um luxo que não deve ser desperdiçado ao limitar a função destes espaços a de simples extensão das janelas. Mesmo com pouco espaço nestas áreas nobres, pode-se criar ambientes especiais, para transformar o espaço em um refúgio de relaxamento e bem estar. Uma dica é revestir varandas e terraços com pisos de madeira produzindo um toque de rusticidade,  que é sempre uma boa opção para garantir uma porção extra de aconchego.

A decoração rústica não participa apenas das fazendas e casas de campo. Há muito tempo ela ganhou espaço nos apartamentos e casas das grandes cidades trazendo os ares bucólicos para os centros urbanos. Utilizando produtos que possuem conceito de naturalidade como materiais de fibras naturais, o metal e a cerâmica, madeiras de demolição, etc., é possível imprimir nestes ambiente estilo e expressividade. Combinando ainda o rústico com algumas características contemporâneas, você ousa na composição causando impacto visual interessante e personalizado.


Espaços especiais podem ser elaborados de forma simples, por exemplo: mesmo tendo pouco espaço numa varanda, imagine quão bem não fará tomar um café da manhã demorado num domingo, ou oferecer um "jantar fora" para alguém querido, num ambiente especial criado por você, para isto uma mesinha redonda com duas cadeiras confortáveis arrematadas com um tapete e alguns vasos com plantas, detalhes com luz, dentre outros, trará para o seu espaço ares de bistrô.

São muitas as possibilidades para se criar um espaço de relaxamento e aconchego, pense no que combina mais com o seu estilo e gosto pessoal e crie na sua casa, no seu refúgio das agitações do mundo, aquele cantinho especial pra chamar de seu.

Trabalho realizado em casa com terraço - condomínio horizontal - SP
Sil França - Paisagista

Abraços,
Sejamos felizes!

Lembrou de alguém que gostaria do post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Leia também!

0 comentários

Todo comentário construtivo é bem vindo.
No entanto, comentários ofensivos, preconceituosos, mal educados ou incompreensíveis, serão apagados.
Comentários que sejam spam ou propaganda, que não tenham a ver com o conteúdo do post ou do blog, também serão apagados.
Se quiser contratar um serviço, utilize a página de Contato.

Obrigada pela visita!

Google Plus

Like us on Facebook

Quote do dia

"Eu agradeço pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou... Pela capacidade de me olhar mais devagar... já que muita gente já me olhou depressa demais. Olhe devagar cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Entre cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários. É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos. A beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins."
(Pe. Fabio de Melo)